- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo América do Sul Alta Comissária da ONU chegou a Caracas para analisar crise

Alta Comissária da ONU chegou a Caracas para analisar crise

A Alta Comissária da ONU para os Direitos Humanos, Michelle Bachelet iniciou quarta-feira uma visita de três dias à Venezuela, país que enfrenta uma grave crise política, económica e social que forçou mais de 4 milhões de venezuelanos a emigrar.

A ex-presidente do Chile chegou pelas 17:00 horas locais, ao Aeroporto Internacional Simón Bolívar de Maiquetía (norte de Caracas), onde a segurança foi reforçada e os jornalistas estiveram sob constante vigilância das autoridades, mesmo tendo os equipamentos de gravação guardados.

Durante a visita Bachelet se reunirá com o Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, vários ministros e altos funcionários do Governo venezuelano, assim como o presidente do Supremo Tribunal de Justiça, Maikel Moreno, o procurador-geral Tareck William Saab, o provedor de justiça, Alfredo Ruíz Angudo e o presidente da Assembleia Constituinte (composta unicamente por simpatizantes do regime), Diosdado Cabello.

De acordo com o JN que cita a Lusa, da agenda da visita faz parte um encontro com vários deputados opositores e com o presidente da Assembleia Nacional (parlamento), o opositor Juan Guaidó, que em janeiro último jurou assumir as funções de presidente interino da Venezuela.

Estão ainda previstas reuniões com representantes da sociedade civil, delegados sindicais, líderes religiosos, autoridades universitárias e vítimas de alegados abusos e violações dos direitos humanos.

Familiares dos presos políticos venezuelanos disseram aos jornalistas que esperam reunir-se com Michelle Bachelet, entre eles Ana Maria da Costa, irmã do politólogo luso-descendente Vasco da Costa, que necessita de atenção médica urgente para tratar de um tumor no olho esquerdo.

O Presidente Nicolás Maduro já se referiu à chegada de Michelle Bachelet ao país, a quem deu as boas vindas, sublinhando esperar que a sua visita “seja para bem, para que a Venezuela melhore”.

“Dou-lhe as boas vindas. Temos muito grandes expetativas e esperamos que seja para melhorar o sistema de Direitos Humanos na Venezuela”, disse num ato transmitido pela televisão estatal venezuelana.

Por outro lado, o líder opositor Juan Guaidó disse que prevê encontrar-se com Michelle Bachelet a 21 de junho último, dia em que a oposição realizará uma concentração em Caracas, junto da sede do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD).

Para Guaidó, Bachelet está em Caracas para encontrar soluções à grave crise humanitária no país, ao conflito político estrutural e para realizar um relatório técnico.

A deslocação da ex-presidente do Chile a Caracas tem por base um convite feito pelo Presidente Nicolás Maduro a 8 de novembro último.

- Publicidade -
- Publicidade -

Mais de 100 mortos em Beirute por explosão de nitrato de amónio

Uma primeira forte explosão na região portuária de Beirute ocorreu por volta das 18h00 (12h00 de Brasília) de terça-feira, seguida por um incêndio e...
- Publicidade -

China promete retaliar expulsão de jornalistas chineses dos EUA

A China prometeu hoje “retaliar” no caso de nova expulsão de jornalistas chineses pelos Estados Unidos, numa altura de escalada de tensões entre as...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha suspeito de corrupção, exílio ou fuga

Suspeito de corrupção pela Arábia Saudita, o rei emérito de Espanha Juan Carlos I, decidiu exilar-se na República Dominicana, onde já teria chegado, segundo...

Caravana da UNITA retida pela polícia na província do Bié, acusa Adalberto Costa Júnior

Uma delegação da UNITA que se deslocou à província do Bié para assinalar os 86 anos do nascimento de Jonas Savimbi foi impedida pela...

Notícias relacionadas

Mais de 100 mortos em Beirute por explosão de nitrato de amónio

Uma primeira forte explosão na região portuária de Beirute ocorreu por volta das 18h00 (12h00 de Brasília) de terça-feira, seguida por um incêndio e...

China promete retaliar expulsão de jornalistas chineses dos EUA

A China prometeu hoje “retaliar” no caso de nova expulsão de jornalistas chineses pelos Estados Unidos, numa altura de escalada de tensões entre as...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha suspeito de corrupção, exílio ou fuga

Suspeito de corrupção pela Arábia Saudita, o rei emérito de Espanha Juan Carlos I, decidiu exilar-se na República Dominicana, onde já teria chegado, segundo...

Caravana da UNITA retida pela polícia na província do Bié, acusa Adalberto Costa Júnior

Uma delegação da UNITA que se deslocou à província do Bié para assinalar os 86 anos do nascimento de Jonas Savimbi foi impedida pela...

Faleceu em Lisboa jornalista Edgar Cunha

O jornalista angolano Edgar Cunha morreu hoje, quarta-feira, 05, em Lisboa, Portugal, vítima de doença. Edgar Cunha foi um dos rostos do principal do serviço...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.