Portal de Angola
Informação ao minuto

CASA-CE tem novo líder no Parlamento

Alexandre Sebastião André (DR)

O presidente da CASA-CE, André Mendes de Carvalho “Miau”, considerou ontem que há falta de transparência no processo de repatriamento de capitais.

André Mendes de Carvalho, que falava na passagem de pastas ao novo líder do grupo parlamentar da coligação, Alexandre Sebastião André, defendeu que as autoridades devem ir à procura dos que repatriaram ilicitamente os recursos para saber as razões da não devolução do dinheiro.

“Nós, grupo parlamentar da CASA -CE, entendemos que se não nos dizem as coisas, temos que ir à procura e começar a falar com as pessoas para melhor entender esse processo. Saber por que os nossos compatriotas que levaram o dinheiro para fora não estão na disposição de o entregar”, disse.

O político insistiu que tem que se criar condições necessárias para que este desiderato possa se resolver da maneira mais conveniente.

A nível interno, o presidente da CASA-CE defendeu que a coligação precisa ser uma força política relevante e trazer novidades, para não ser uma força política a mais ou a fazer o que o MPLA faz ou já fez. “Daí a necessidade de se reestruturar, de forma adequada, e pensar-se nessa novidade. Só com essa novidade vamos cumprir com os nossos objectivos”, disse.

Por seu turno, o novo presidente do grupo parlamentar da CASA-CE, Alexandre Sebastião André, apontou a intensificação do exercício do poder, a tomada de iniciativas legislativas e o controlo político do Executivo, no âmbito da fiscalização externa, como um dos grandes desafios da coligação na Assembleia Nacional.

O deputado, que falava depois de tomar posse no cargo de presidente do grupo parlamentar da CASA-CE, prometeu igualmente estar mais próximo dos cidadãos e da sociedade civil, para que as sugestões destes tenham um melhor encaminhamento.

Alexandre Sebastião André sublinhou que estes desafios só serão realizáveis com o desempenho de todos os deputados e militantes da coligação.

Sobre as dissidências ocorridas com o afastamento do anterior presidente da coligação, Abel Chivukuvuku, Alexandre Sebastião André afirmou que o grupo parlamentar continua aberto aos oitos deputados que se encontram de costas viradas com a actual direcção, desde que reconheçam e respeitem a nova liderança.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »