Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Sanções dos EUA. Huawei prevê quebras de 30 mil milhões

(DR)

A gigante tecnológica chinesa Huawei prevê que as sanções aplicadas à empresa pelos Estados Unidos da América tenham um impacto de 30 mil milhões de dólares da empresa. Mais do que o esperado.

De acordo com a RTP que cita a Lusa, a informação foi avançada pelo fundador e CEO da Huawei. A empresa espera um impacto negativo de 30 mil milhões de dólares devido às restrições aplicadas por Donald Trump.

Foi a primeira vez que a Huawei quantificou o valor das quebras previstas após o anúncio das sanções norte-americanas.

A empresa está na lista negra de segurança nacional dos EUA, o que impede a venda do produto no país sem uma aprovação especial. Desde o início deste confronto que a Huawei defende que os seus produtos não representam qualquer ameaça de segurança.

As sanções levaram mesmo a Google a limitar a sua relação com a empresa chinesa.

Apesar de a Huawei ter dito inicialmente que as medidas aplicadas não teriam grande impacto, a verdade é que o responsável máximo veio agora afirmar que afinal as sanções vão ter um impacto “forte”.

“Não conseguimos acesso a componentes, não podemos participar em várias organizações internacionais, não podemos trabalhar de forma próxima com muitas universidades, não podemos usar nada com componentes dos EUA”, disse Ren Zhengfei.

No ano passado a Huawei apresentou resultados de 104 mil milhões de dólares. Apesar deste golpe vindo do Ocidente, a empresa espera nos próximos anos continuar a apresentar resultados na ordem dos 100 mil milhões de dólares. Abaixo, no entanto, dos 130 mil milhões esperados.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »