Portal de Angola
Informação ao minuto

Milhares regressam às ruas de Hong Kong em protesto

Manifestantes e policiais se enfrentam durante protesto nas ruas de Hong Kong (DR)

O Governo suspendeu a lei da extradição, mas mantêm-se as manifestações. A população defende o abandono definitivo do diploma que viabiliza a extradição de suspeitos para a China continental.

O protesto deste domingo, escreve a RTP, é também motivado pela defesa de direitos básicos, como a liberdade de expressão.

Nos últimos dias, 80 pessoas ficaram feridas nos protestos. Registaram-se confrontos entre manifestantes e a polícia, que lançou gás pimenta e lacrimogéneo e balas de borracha.

Onze pessoas foram detidas. São acusadas de crimes como o de participação em motim, que prevê uma pena máxima de dez anos de prisão.

Os activistas envolvidos na organização dos protestos receiam que dispare o número de detenções.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »