Portal de Angola
Informação ao minuto

FCKS reduz produção de cimento por falta de clientes

FÁBRICA DE CIMENTO FCKS NA PROVÍNCIA DO CUANZA SUL (FOTO: ANGOP)

Angop

A Fábrica de Cimento do Cuanza Sul (FCKS), situada na cidade do Sumbe, reduziu a sua produção diária, de cinco mil para mil e 500 toneladas, por falta de clientes.

A situação foi manifestada nesta sexta-feira pelo director das Operações da unidade fabril, Edmundo Ferreira, ao embaixador namibiano em Angola, Patrick Nandago, durante uma visita que efectuou ao empreendimento.

Justificou que a pouca procura do produto se deve à crise económica que muitas empresas construtoras, e não só, atravessam neste momento.

O diplomata constatou que a fábrica possui serviços de exploração mineira, produção central de energia, de gesso, britadeira de calcário.

Tem 800 trabalhadores e produz, internamente, 36 milhões de sacos de cimento por dia.

Posteriormente, Patrick Nandago visitou a escola de formação do Cuacra, no Sumbe, onde, da direcção da instituição, recebeu explicações detalhadas do seu funcionamento.

Tomou conhecimento que, anteriormente, a escola funcionou em regime de internato, mas deixou em 2015 por falta de meios financeiros. Tem sete laboratórios, três salas de aula e nove formadores.

Desde a sua fundação, em 1994, já formou dois mil e 124 técnicos nas áreas de serralharia, alvenaria, electricidade de baixa tensão, canalização, mecânica auto e climatização.

No final das visitas, o embaixador mostrou-se impressionado com o que viu e predispôs-se a levar propostas aos empresários do seu país, no sentido de fazerem parceria com angolanos,

No âmbito da sua estada no Cuanza Sul, Patrick Nandago tem vai deslocar-se aos municípios da Quibala, Cela e Libolo, com objectivo de identificar áreas onde os empresários namibianos possam investir.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »