Portal de Angola
Informação ao minuto

ONG’s pedem maior transparência do Banco Mundial em Angola

Em causa os empréstimos a Luanda (DR)

Organizações da sociedade civil angolanas manifestaram-se solidárias com a ONG, Friends of Angola (FoA) que exigiu do Banco Mundial mais informações sobre a forma como têm sido geridos os fundos que têm estado a emprestar ao governo angolano para apoiar projectos de segurança social e água.

Numa nota publicada em Washington na segunda-feira, 10, o director executivo da FoA, Florindo Chivucute, citado pela VOA, fez saber que a sua organização solicitou também mais informações sobre as entidades que têm beneficiado dos apoios do Banco Mundial, incluindo o governo angolano.

Chivucute disse, entretanto, que tais pedidos não têm sido respondidos pelo escritório do BM, tanto em Angola como na capital americana.

O Governo angolano recebeu no princípio deste ano um financiamento de 1.500 milhões de dólares daquela instituição para os próximos três anos.

Para o director da SOS Habitat, André Augusto, a preocupação da FoA, a organização criada em 2014 e sediada em Washington, é vinculativa a todos os angolanos amantes da transparência e da gestão responsável dos fundos públicos.

Por seu turno, o responsável da Associação Mãos Livres, Salvador Freire, considerou que a advertência da organização é indicativa de que o novo Governo de Angola está a ser monitorizado, não só pelas instituições nacionais, mas também por todas as organizações cívicas que têm as mais diversas ligações com Angola e com os angolanos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »