Portal de Angola
Informação ao minuto

ENDE desactiva 50 postos de transformação de energia geridos por privados

(DR)

Mais de 50 postos de transformação (PT) de energia eléctrica, geridos por privados, serão desactivados no município de Belas e substituídos por outros da ENDE, com a entrada em funcionamento de duas subestações, em Julho, no âmbito do projecto de electrificação domiciliar em Luanda.

O porta-voz da Empresa de Distribuição de Electricidade (ENDE), Pedro Bila, em declarações à Angop, disse que a gestão pública dos PT vai permitir que os novos clientes paguem o consumo a preços razoáveis, através do sistema pré ou pós-pago.

As duas subestações, cujas obras devem ser concluídas em breve, vão beneficiar mais de 25 mil famílias dos distritos da Vila Verde e Morro dos Veados, com realce para os bairros Zona Verde, Salinas, Tendas e Mundial.

Cidadãos residentes nos bairros Zona Verde e Tendas afirmam que, pelo contrato com os PT privados, pagavam 150 a 200 mil kwanzas e por mês o valor de quatro a cinco mil, para além dos gastos com o combustível para os geradores, já que o fornecimento era irregular.

O projecto, financiado pela Linha de Crédito da China, repartido pelos municípios de Luanda, Viana, Belas, Kilamba Kiaxi, Talatona, Cazenga, Icolo e Bengo e Cacuaco, tem como objectivo elevar a taxa de electrificação, mediante o fornecimento e construção de novas infra-estruturas.

Orçado em mais de 600 milhões de dólares norte-americanos, o projecto foi consignado em 2016 e tem o seu término previsto para Agosto próximo. Durante este período, serão montadas nove subestações eléctricas de 60/15 kv e 60/30 kv, mil postos de transformação, construção de linhas de alta tensão e montagem de contadores pré-pagos mono e trifásicos.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »