Portal de Angola
Informação ao minuto

Supremo retoma debate sobre pedido de liberdade de Lula

(REUTERS/Ueslei Marcelino)

AFP

O Supremo Tribunal Federal decidiu nesta segunda-feira retomar a análise do pedido de liberdade de Luiz Inácio Lula da Silva, um dia após revelações que questionam a investigação que levou à prisão do ex-presidente.

A segunda turma do Supremo, integrada por cinco ministros, colocou em sua agenda desta terça-feira o julgamento do “habeas corpus”, após Gilmar Mendes concluir seu pedido de vista.

O “habeas corpus” a favor de Lula chegou a receber dois votos contrários antes do pedido de vista do ministro Gilmar Mendes.

Lula, de 73 anos, cumpre pena de 8 anos e dez meses de prisão desde abril de 2018 por corrupção e lavagem de dinheiro no caso do triplex do Guarujá.

Segundo a imprensa, Gilmar Mendes deverá analisar, no dia 25 de junho, outro recurso dos advogados de Lula, no qual questionam a imparcialidade do juiz Sérgio Moro no caso do triplex.

Moro foi designado ministro da Justiça após a eleição de Jair Bolsonaro, que derrotou em 2018 Fernando Haddad, candidato escolhido pelo Partido dos Trabalhadores para concorrer à presidência após a prisão de Lula.

O ex-presidente sempre questionou a imparcialidade de Moro, mas sua posição ganhou força após revelações – no domingo – do site The Intercept Brasil sobre mensagens trocadas entre o então juíz e membros do ministério público sobre o caso do triplex.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »