Portal de Angola
Informação ao minuto

Bié recolhe 22 toneladas de bens para vítimas da seca

BENS ALIMENTARES DOADOS POR ANGOLA ÀS VÍTIMAS DO CICLONE IDAI (ilustração) (FOTO: CEDIDA)

Vinte e duas toneladas de produtos diversos foram já recolhidas, nos últimos oito dias, na província do Bié, no âmbito de uma campanha tendente a acudir as vítimas da seca no Cuando Cubango, Huíla, Namibe e Cunene .

O facto foi avançado hoje, terça-feira, no Cuito, pelo vice-governador para o sector Político, Social e Económico, Carlos Ulombe da Silva, quando fazia à Angop o balanço provisório da aludida campanha, lançada a 3 de Junho e com término previsto para 30 de Julho do ano em curso.

Sublinhou que o município do Cuito recolheu cinco toneladas, Andulo três, enquanto Camacupa, Cunhinga, Chinguar, Chitembo, Nhârea, Catabola e Cuemba, com duas toneladas cada.

Constam dos bens, arroz, fuba, açúcar, sabão, sal, óleo vegetal, massa alimentar, cobertores, roupa usada, entre outros.

Carlos da Silva enalteceu o gesto dos cidadãos, salientando que a entrega de donativos decorre nas administrações municipais, pelo que reiterou o apelo de adesão a mesma.

Cunene é a província mais afectada pela seca, sendo as famílias vítimas estimadas em 857 mil 443, bem como um milhão e 100 bovinos em risco de morte devido a fome e sede. A falta de chuva prejudica a agricultura de subsistência.

Para atenuar o problema, o Governo do Cunene considera serem necessários 343 mil 662, 86 toneladas de bens alimentares diversos .

Realça também ser preciso 106 milhões, 770 mil e 500 kwanzas, para a mobilização de distintos recursos, tendentes ao asseguramento do Programa de Transumância, no âmbito do Programa de Emergência Contra a Seca.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »