- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Vida Saúde Novo concurso tenta cobrir lacuna na saúde em Angola

Novo concurso tenta cobrir lacuna na saúde em Angola

O Ministério da Saúde de Angola anunciou a abertura de um novo concurso público para a admissão de quadros e de pessoal auxiliar para o sector.

Segundo avança a VOA, este será o segundo concurso na Saúde em menos de um ano, o que leva os deputados da oposição a lembrar ao Governo que muitos candidatos aprovados no concurso do ano passado ainda não foram enquadrados por alegadas “razões burocráticas e administrativas” do Ministério.

O médico e deputado Maurilio Luyele, da UNITA, disse que o Parlamento aprovou um orçamento correspondente que se bem aplicado vai evitar que os erros do passado voltem a ocorrer.

Luyele considera que muitos governos locais não criam incentivos para manter os quadros provenientes de outras regiões, o que desencoraja muitos profissionais.

Por seu turno, o deputado Manuel Fernandes, da CASA-CE, considera que o país carece de profissionais para a saúde, mas que precisa criar condições para que muitos profissionais não prefiram trabalhar em Luanda, onde as condições de trabalho são relativamente melhores.

Manuel Fernandes declarou que também os governos provinciais não dão incentivos aos quadros locais, muitos deles com experiência comprovada.

A ministra da Saúde, Sílvia Lutucuta, assegurou na última semana que além dos profissionais aprovados no concurso público no final do ano passado, o sector poderá contar com mais 5.463 profissionais de saúde para serem admitidos este ano.

Lutucuta acrescentou que o Ministério pretende aumentar os recursos humanos, agregando neste recrutamento médicos, enfermeiros, técnicos de diagnóstico e pessoal de apoio, que serão colocados nos municípios sendo que na carreira médica serão recrutados 2.258, cerca de 1.300 enfermeiros,800 no sector de diagnóstico 800 e 500 para o apoio hospitalar.

Angola, segundo a ministra, possui apenas cerca de 6.700 médicos e, destes, 2.258 estão no desemprego, sem vínculo como Ministério.

- Publicidade -
- Publicidade -

Entre as florestas e o seu cacau, a Costa do Marfim luta para decidir

A oeste da Costa do Marfim, a coabitação está sob tensão (3/5). A região abriga muitas áreas protegidas, onde milhares de plantadores vivem sob...
- Publicidade -

Esposa de governador da Nigéria e filho contraem coronavírus

No Estado de Benue, na Nigéria, a esposa do governador,  o filho e alguns funcionários acusaram positivo no teste à Covid 19, estando em...

Tráfico de seres humanos: Detido cidadão que tentava vender a sobrinha e a neta por 75 mil dólares cada na Lunda-Norte

Um cidadão de 36 anos foi detido em flagrante delito no dia 28 de Junho, no bairro Samacaca, no município do Chitato, na Lunda-Norte,...

Inspector-Geral indignado com obra paga duas vezes

O Inspector-Geral da Administração do Estado, Sebastião Gunza, manifestou-se indignado ao saber que as obras do edifício da delegação provincial das Finanças, no Cuanza-Sul,...

Notícias relacionadas

Entre as florestas e o seu cacau, a Costa do Marfim luta para decidir

A oeste da Costa do Marfim, a coabitação está sob tensão (3/5). A região abriga muitas áreas protegidas, onde milhares de plantadores vivem sob...

Esposa de governador da Nigéria e filho contraem coronavírus

No Estado de Benue, na Nigéria, a esposa do governador,  o filho e alguns funcionários acusaram positivo no teste à Covid 19, estando em...

Tráfico de seres humanos: Detido cidadão que tentava vender a sobrinha e a neta por 75 mil dólares cada na Lunda-Norte

Um cidadão de 36 anos foi detido em flagrante delito no dia 28 de Junho, no bairro Samacaca, no município do Chitato, na Lunda-Norte,...

Inspector-Geral indignado com obra paga duas vezes

O Inspector-Geral da Administração do Estado, Sebastião Gunza, manifestou-se indignado ao saber que as obras do edifício da delegação provincial das Finanças, no Cuanza-Sul,...

Estados Unidos com mais de 50.000 casos diários

Os Estados Unidos preparam-se para celebrar este sábado um 4 de Julho marcado pela franca ascensão da epidemia de coronavírus. A pandemia parece estar a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.