Portal de Angola
Informação ao minuto

Sudão: Desobediência civil põe nervos dos militares à flor da pele

(DR)

As forças de segurança responderam hoje com gás lacrimogéneo contra centenas de manifestantes que estavam a procurar bloquear estradas em Cartum no âmbito do apelo da oposição para a “desobediência civil” popular de forma a obrigar os militares a deixar o poder que assumiram após a detenção do ex-ditador Omar al-Bashir.

A par da desobediência civil, escreve o NJOnline, as organizações da oposição, com destaque para os Profissionais do Sudão, uma associação de várias forças, incluindo sindicais, cívicas e políticas, lançaram uma greve geral que está a paralisar o país.

Apesar de os lideres militares terem, depois de terem morrido mais de 100 pessoas em protestos na semana passada, vindo a terreiro dizer que iam realizar eleições num prazo máximo de 9 meses, esta proposta foi veementemente recusada porque no Sudão ninguém acredita que o Conselho Militar não esteja a planear instaurar um regime totalitário depois de despejar do poder o velho Bashir.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »