Portal de Angola
Informação ao minuto

Sem acordo, Boris Johnson diz que não pagará ‘conta’ do Brexit

O candidato à vaga de Theresa May, o ex-chanceler Boris Johnson (AFP/Arquivos / Paul FAITH)

O ex-ministro das Relações Exteriores Boris Johnson, favorito para substituir Theresa May à frente do governo britânico, afirmou que se negará a pagar a factura do Brexit, enquanto a União Europeia (UE) não aceitar melhorar as condições da saída.

“Nossos amigos e sócios devem compreender que o dinheiro será conservado até que tenhamos mais clareza sobre o caminho a trilhar”, disse Johnson ao jornal “Sunday Times”, citado pela AFP.

“Em um bom acordo, o dinheiro é um excelente solvente e um óptimo lubrificante”, acrescentou Johnson, em suas primeiras declarações após a renúncia de May da liderança do Partido Conservador.

Rejeitado pelo Parlamento britânico, o acordo firmado entre Londres e Bruxelas prevê que o Reino Unido continue pagando os compromissos relativos ao orçamento plurianual 2014-2020.

Segundo os cálculos do governo britânico, o montante a pagar pode ser entre 40 biliões a 45 biliões de euros.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »