Portal de Angola
Informação ao minuto

Electricidade de Moçambique corta energia ao parlamento moçambicano

Parlamento moçambicano (DR)

Observador|Lusa

A Eletricidade de Moçambique (EDM) cortou, por dois dias, o fornecimento de energia ao parlamento moçambicano devido a dívidas, disse à Lusa o porta-voz da empresa pública, Luís Amado.

“Acabámos cortando a energia devido a dívidas”, disse à Lusa Luís Amado, sem, no entanto, avançar o valor da dívida.

Segundo o porta-voz da EDM, o parlamento ficou dois dias sem energia, mas a situação foi resolvida após as partes chegarem a um acordo.

“Acabamos chegando a um consenso , em que o parlamento paga metade da sua dívida”, acrescentou a fonte.

Uma fonte ligada ao parlamento moçambicano disse à Lusa que a instituição teve de recorrer a um gerador durante o período.

Em Novembro do ano passado, a EDM cortou energia à Direção Provincial da Saúde da Zambézia e a 15 instituições de ensino público em Manica devido a uma devida de 20 milhões de meticais (283 mil euros) e 40 milhões de meticais (567 mil euros), respetivamente.

Até Setembro do ano passado, o Banco de Moçambique devia cerca de 36 milhões de meticais (510 mil euros ) à EDM, um valor correspondente a o fornecimento de energia e outros serviços.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »