Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

São Tomé e Príncipe interessado nas potencialidades do Huambo

HUAMBO: VISTA DA CIDADE DA CAÁLA (FOTO: FRANK BEU)

Angop

A República Democrática de São Tomé e Príncipe em Angola está interessada nas potencialidades agro-pecuárias e turísticas da província do Huambo, factores essenciais para o reforço de geminação com alguns distritos do seu país, bem como para o aprofundamento dos laços de amizade e solidariedade.

Para materializar está intenção encontra-se desde hoje nesta cidade o embaixador daquele país em Angola, Carlos Gustavo dos Anjos.

Em declarações à imprensa, à saída de um encontro com o vice-governador para o sector social e económico, José Cornélio, o diplomata sublinhou que o seu país possui potencialidades na agricultura e, nos últimos anos, tem apostado fortemente no turismo, daí a razão da deslocação ao Huambo para trocar impressões com as autoridades e empresários locais.

Explicou que, com esta visita pretende-se trabalhar na geminação dos distritos santomenses com a província do Huambo, que, por aquilo que se ouve, tem grandes potencialidades turísticas e agro-pecuárias benéficas para os dois países.

Durante o encontro, foi igualmente abordado o ponto de situação da abertura, ainda este ano, de um Consulado santomense na região, enquanto plataforma de apoio entre as duas comunidades, sobretudo, no tratamento de documentos migratórios e na facilitação das trocas comerciais.

Durante a sua estada de dois dias no planalto central, o diplomata efectuará igualmente uma visita ao projecto empresarial Aldeia Camela Amôes, no município do Cachiungo e, no seu regresso à cidade do Huambo, prevê manter um encontro com a comunidade santomense.

A comunidade de São Tomé e Príncipe em Angola está estimada em 20 mil habitantes, destes, 60 vivem na província do Huambo e estão enquadrados em distintos sectores.

As repúblicas de Angola e Democrática de São Tomé e Príncipe cooperam nos domínios políticos, diplomáticos e económico, além de partilharem relações a nível da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), da Comunidade Económica dos Estados da África Central (CEEAC) e dos países Africanos de Língua Oficial Portuguesas (PALOP).

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »