Portal de Angola
Informação ao minuto

Departamento de Justiça dos EUA preparou novas acusações contra Assange

O departamento de Justiça dos Estados Unidos anunciou 17 novas denúncias contra o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, principalmente relacionadas a leis contra a espionagem. (afp_tickers)

Sputnik

O Departamento de Justiça dos EUA preparou novas acusações contra o fundador do Wikileaks, Julian Assange, usando como testemunha-chave um condenado por fraude.

De acordo com a Wikileaks, citada pelo canal de televisão holandês NOS, trata-se do ex-informante do FBI, Sigurdur Thordarsone, que foi condenado à prisão por fabricar documentos sob o nome de Assange, fraude e pedofilia.

De acordo com o canal, na semana passada, Thordarson voou para os Estados Unidos, onde foi “interrogado em todas as partes” em preparação para as novas acusações contra Assange, cujo prazo para a apresentação expira em 14 de Junho.

A WikiLeaks informou nesta sexta-feira que a primeira audiência sobre a extradição de Julian Assange para os Estados Unidos, originalmente prevista para 12 de Junho, foi adiada para 14 de Junho.

Julian Assange foi detido em 11 de Abril, após a decisão do presidente do Equador, Lenín Moreno, de retirar o asilo do activista na embaixada equatoriana.

O activista ficou famoso por publicar dados vazados secretos sobre, por exemplo, as operações militares dos EUA no Afeganistão e no Iraque, bem como sobre as condições na prisão de Guantánamo.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »