Portal de Angola
Informação ao minuto

Tribunal timorense decreta prisão preventiva para filipino suspeito de tráfico de droga

Imagem ilustrativa (DR)

DN|Lusa

O Tribunal Distrital de Díli, em Timor-Leste, decretou a prisão preventiva para um de três cidadãos filipinos suspeitos de envolvimento num caso de tráfico de droga no qual foram detidos dois timorenses na Indonésia.

Aos outros dois detidos foi-lhes aplicado o Termo de Identidade e Residência (TIR), depois de um primeiro interrogatório no tribunal e quando ainda decorrem as investigações.

A defesa contestou a medida de coação aplicada, afirmando que não se cumpriam os requisitos para a prisão preventiva, anunciando que vão recorre da decisão.

Os três cidadãos filipinos foram capturados a 30 de maio num dos bairros de Díli, tendo sido apresentados ao tribunal depois das 72 horas previstas na lei.

As autoridades timorenses suspeitam que as três pessoas poderiam estar envolvidas no caso de um casal de timorenses que, na semana passada, foi detido numa das fronteiras terrestre da Indonésia com Timor-Leste, por transportarem droga para o país.

O casal transportava 4.874 compridos alegadamente de ecstasy, que levavam escondidos em vários sacos dentro de uma impressora.

“Eram passageiros que estavam a entrar. Inspecionámos o que traziam no raio-X e encontrámos a droga. Estava num saco plástico dentro de uma impressora”, explicou na altura o responsável da alfândega de Atambua, Tribuana Wetangterah.

Desconhece-se até ao momento se o casal conhecia ou não que estava a transportar a droga.

O tráfico de droga na Indonésia é punido com sentenças duras, incluindo a pena de morte.

As autoridades timorenses confirmaram já que prestaram os cuidados consulares normais de apoio aos dois detidos. Não há acordo de extradição entre os dois países.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »