- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Cardeal Pell apela na Austrália contra condenação por agressão sexual

Cardeal Pell apela na Austrália contra condenação por agressão sexual

AFP

O processo de apelação da sentença contra o cardeal australiano George Pell, ex-número dois do Vaticano, condenado em primeira instância por agressões sexuais contra menores entre 1996 e 1997, começou nesta quarta-feira, num tribunal de Melbourne.

Pell, de 77 anos, e seus advogados alegam que a sentença proferida em Dezembro por cinco casos de agressão sexual contra duas crianças, membros de um coral na catedral de Melbourne, era questionável porque se baseava apenas no testemunho de uma única vítima sobrevivente.

Além disso, alegam, o juiz desconsiderou evidências da defesa no processo.

Ao chegar nesta quarta-feira para se apresentar a três juízes do tribunal, Pell vestia o colarinho clerical.

Uma das vítimas de Pell morreu de overdose em 2014 e nunca revelou os abusos.

O juiz de primeira instância Peter Kidd disse que os crimes de Pell foram “descarados”, “desagradáveis” e um abuso de poder “extremamente arrogante”.

Uma segunda série de acusações contra o dignatário de 77 anos – derivados de supostos abusos em uma piscina na década de 1970 -, foi retirada no começo deste ano.

As audiências da apelação estão previstas para quarta e quinta-feira, embora os três juízes vão ter pela frente um processo que pode se estender por várias semanas antes de tomar uma decisão.

Os três juízes podem rejeitar a apelação, determinar um novo julgamento ou absolver Pell, mas qualquer decisão só poderá ser apelada na suprema corte australiana.

Antes das audiências desta quarta-feira, os três juízes visitaram a Catedral de Melbourne para tentar entender as evidências que serão consideradas.

A defesa alega que os tempos em que teriam ocorrido as agressões sexuais são impossíveis, se considerados os deslocamentos dentro da catedral.

A sessão de apelação na Suprema Corte de Melbourne, que será transmitida ao vivo, despertou expectativas entre seus partidários, que acreditam que foi um bode expiatório e não teve um julgamento justo.

O caso será presidido por três juízes: a presidente da Suprema Corte do estado de Victoria, juíza Anne Ferguson, o presidente da Corte de Apelações, o juiz Chris Maxwell e o juiz Mark Weinberg.

- Publicidade -
- Publicidade -

A embriaguez pela leitura

Para satisfazer um vasto número de leitores que solicitaram a peça tomei a liberdade de a colocar outra vez on line, desta vez, no...
- Publicidade -

Ana Gomes: a activista com alma de ONG que não quer ser politicamente correcta

Bastaram duas perguntas para assumir que não trabalha para agradar a todos, mas sim para desagradar a muita gente. Diz que as conquistas lhe...

David Quammen: “Vêm aí outras pandemias e esta não se vai embora nunca mais”

Já andou à procura de galinhas com influenza, de morcegos com SARS, e do ébola. Foi perseguido por elefantes, dormiu ao relento e entrevistou...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha, tem garagem com carros de sonho

Tal como o seu avô, Alfonso XIII, o monarca é um apaixonado por automóveis e por velocidade desde tenra idade. Vivem-se tempos muito turbulentos na...

Notícias relacionadas

A embriaguez pela leitura

Para satisfazer um vasto número de leitores que solicitaram a peça tomei a liberdade de a colocar outra vez on line, desta vez, no...

Ana Gomes: a activista com alma de ONG que não quer ser politicamente correcta

Bastaram duas perguntas para assumir que não trabalha para agradar a todos, mas sim para desagradar a muita gente. Diz que as conquistas lhe...

David Quammen: “Vêm aí outras pandemias e esta não se vai embora nunca mais”

Já andou à procura de galinhas com influenza, de morcegos com SARS, e do ébola. Foi perseguido por elefantes, dormiu ao relento e entrevistou...

Juan Carlos, rei emérito de Espanha, tem garagem com carros de sonho

Tal como o seu avô, Alfonso XIII, o monarca é um apaixonado por automóveis e por velocidade desde tenra idade. Vivem-se tempos muito turbulentos na...

TAAG repatria 800 angolanos de Portugal

 Pelo menos 800 angolanos retidos em Portugal desde Março, de um total de dois mil e cem (2.100) que manifestaram interesse em regressar a...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.