- Publicidade-
Rádio Calema
Inicio Mundo América do Sul Irmãs siamesas separadas na Venezuela

Irmãs siamesas separadas na Venezuela

Duas irmãs siamesas de oito meses recuperam satisfatoriamente, após terem sido separadas num hospital público da Venezuela, onde o sistema de saúde enfrenta uma profunda crise, informaram fontes médicas.

“Evoluíram satisfatoriamente. Ana Ruth está avançando a passos gigantes e a sua irmã, Ana Saray, foi submetida neste domingo, 02, a uma pequena intervenção para controlar uma hemorragia dérmica que concluiu sem contratempos”, disse à AFP uma fonte do centro médico da cidade de Maracaibo (oeste).

Nascidas em setembro de 2018 e unidas do tórax ao umbigo, as gêmeas foram separadas na quinta-feira passada por uma equipe de 22 especialistas do Serviço Autónomo do Hospital Universitário de Maracaibo (SAHUM).

“Está se mostrando ao mundo que a Venezuela não tem uma crise na formação do pessoal médico”, disse à AFP o cirurgião Dioverys Hinestroza, que participou da cirurgia.

Ele acrescentou que a escassez de remédios e insumos, que afeta os hospitais do país, foi contornada com doações de empresas privadas e voluntários, além de provisões do governo central, do governo de Zulia e prefeituras.

“O mais especial da cirurgia é que conseguiu unir todo o hospital”, disse o médico de 35 anos.

Três dos médicos que realizaram o procedimento – Dilmo Hinestroza, Darío Montiel e Nidia Devonich – já tinham separado com sucesso outras irmãs siamesas há 14 anos.

Mervin Urbina, diretor do SAHUM, indicou em coletiva de imprensa que se sentia orgulhoso de toda a equipe “pelo árduo trabalho para conseguir o êxito desta cirurgia tão complexa”.

A operação ganha relevância em um país mergulhado na pior crise de sua história recente, com escassez de 85% de remédios e insumos médicos, segundo a Federação Farmacêutica.

Além disso, Zulia, ex-potência petrolífera, é um dos estados mais castigados por constantes apagões que se intensificaram desde Março e pelo desabastecimento de água e gasolina.

“É uma façanha pela dificuldade de importar material médico-cirúrgico devido ao bloqueio”, comentou à AFP Elio Ríos, diretor de um ambulatório em Zulia, em alusão às sanções dos Estados Unidos, às quais o governo de Nicolás Maduro culpa pela falta de remédios.

- Publicidade -
- Publicidade -

Papa Francisco pede orações pela Diocese de Benguela

O papa Francisco pediu orações de todos os fiéis que se beneficiaram do longevo serviço pastoral do malogrado bispo emérito da Diocese de Benguela,...
- Publicidade -

Funeral de Dom Óscar com controlo cerrado para evitar covid-19

A medição de temperatura à entrada da Sé Catedral, em Benguela, e o uso de máscaras de protecção facial marcaram, este sábado, o funeral...

Presidente da República encoraja diálogo aberto

O Presidente da República, João Lourenço, encorajou, este sábado, o contínuo diálogo aberto e a concertação de ideias entre as instituições do Estado e...

Portugal “entalado” entre dívida e União Europeia

João Duque refere que ajudas às empresas têm de ser “estritamente para acudir à Covid”, enquanto a CIP defende que “não é com moratórias...

Notícias relacionadas

Papa Francisco pede orações pela Diocese de Benguela

O papa Francisco pediu orações de todos os fiéis que se beneficiaram do longevo serviço pastoral do malogrado bispo emérito da Diocese de Benguela,...

Funeral de Dom Óscar com controlo cerrado para evitar covid-19

A medição de temperatura à entrada da Sé Catedral, em Benguela, e o uso de máscaras de protecção facial marcaram, este sábado, o funeral...

Presidente da República encoraja diálogo aberto

O Presidente da República, João Lourenço, encorajou, este sábado, o contínuo diálogo aberto e a concertação de ideias entre as instituições do Estado e...

Portugal “entalado” entre dívida e União Europeia

João Duque refere que ajudas às empresas têm de ser “estritamente para acudir à Covid”, enquanto a CIP defende que “não é com moratórias...

Mais de 150.000 casos de COVID-19 no Peru, com recorde de 7.386 contágios em 24 horas

O Peru, o segundo país da América Latina com os mais infectados pelo COVID-19, ultrapassou 150.000 casos confirmados neste sábado, após um número recorde...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.