Portal de Angola
Informação ao minuto

Noite de literatura Germaniana no Campo Grande

Portal de Angola | Diniz Kapapelo

A UBESC – União Baiana de Escritores e a Editora Òmnira convidam para o lançamento da revista de Literatura Òmnira (32 páginas – R$ 12) em homenagem ao saudoso mestre, jornalista, professor, filosofo e escritor Germano Machado que será realizado no próximo dia 14 de Junho (sexta-feira), às 18 horas, no Salão Nobre da Fundação João Fernandes da Cunha (Largo do Campo Grande – Centro in Salvador/Bahia-Brasil).

De acordo com uma nota de imprensa a que o Portal de Angola teve acesso, na publicação textos e poesias de Alberto Peixoto (Feira de Santana/BA), Amanda Nascimento Pereira (Santa Catarina), António Sanches (Portugal), Audelina Macieira, Carlos Yeshua, Conceição Ferreira, Darcy Brito, Eliseu Moreira Paranaguá, Emérita Andrade Ramos, Gabriel Maia (Belém), Iolanda Soares (Rodelas/BA), Irá Rodrigues (Santo Estevão/BA), Joaci Góes, João Bosco Soares dos Santos, João Vanderlei de Moraes Filho, Luiz Menezes de Miranda, Moustafa Assem (Cabo Verde/África), Neuza de Brito Carneiro (Feira de Santana/BA), Roberto Leal, Valdeck Almeida de Jesus e Willian Wollinger Brenuvida (Santa Catarina). Capa do artista plástico angolano Elias Jamba Sanjelembi.

“E diante das suas últimas aulas no Curso de filosofia, realizado aos sábados na Faculdade 2 de Julho, que versavam sobre a África, teremos o lançamento do livro “Letras Pretas Cruas & Nuas” – Poesias de Luta e Contos de Amor (Ed. Òmnira/BA-Brasil – 100 páginas R$ 25) do jornalista, escritor e editor Roberto Leal (um dos discípulos do professor Germano Machado) , obra literária ambientada na África, mais precisamente em Angola e Cabo Verde, traçando uma trajectória de luta dentro de uma poesia as vezes revolucionária e outras vezes patriótica e amável saudando a Mãe África, como não foi possível deixar de fora também os contos de amor vividos com a mulher africana, de carácter forte e de enredo afável e espectacularmente amada de várias formas e modelo dentro de uma linguagem vivida nos prazeres do Amor”, lê-se na nota a que vimos citando.

O livro, acrescenta o documento, tem apresentação dupla do professor homenageado e do jornalista e escritor Valdeck Almeida de Jesus, orelhas do poeta angolano Ismael Farinha e capa do artista plástico cabo-verdiano Moustafa Assem. Essa obra literária é dedicada a poetisa e activista cultural angolana Jovita Kifinamene Leal, representando assim todas as mulheres negras e africanas do universo.

“Foi um prazer muito grande ter contacto directo com a obra literária e filosófica desse mestre que foi o professor Germano Machado e que nos leva muito a refletir sobre o aprendizado filosófico e literário cepista brasileiro”, disse Jovita em gesto de conclusão.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »