- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo México México apela ao diálogo face a ultimato de Trump

México apela ao diálogo face a ultimato de Trump

O ultimato de Donald Trump ameaça desestabilizar a economia mexicana. O presidente americano pretende aumentar em 5% as taxas alfandegárias sobre os produtos mexicanos a partir do dia 10 de Junho, caso não haja uma mudança drástica em relação à entrada de imigrantes ilegais nos Estados Unidos. Mais: Trump diz mesmo que as taxas vão continuar a subir progressivamente e que, em Julho, já serão de 10%.

De acordo com a Euronews, Sarah Sanders, a porta-voz da Casa Branca, declara que “há meses que são lançados avisos e que se pede repetidamente ao México para que faça mais”. Segundo Sanders, “em média, uma pessoa leva 21 dias a deslocar-se da fronteira mexicana a sul até à fronteira americana. Isso dá três semanas às autoridades mexicanas para intervirem, sobretudo nos grupos maiores”.

O presidente mexicano contrapõe, diz que as autoridades do seu país “não estão de braços cruzados” e “fazem o seu trabalho”, e enviou uma carta a Trump a propor o “aprofundamento do diálogo”.

Andrés Manuel López Obrador afirma que pretende agir “com prudência relativamente às autoridades americanas”. “Nada de bom pode surgir da aplicação de medidas coercivas”, considera.

Obrador já avançou com outra proposta: a de que Washington canalize os fundos de cooperação em matéria de segurança para investimentos nos países de onde vem grande parte dos migrantes, isto é, Guatemala, Honduras e El Salvador.

Nos últimos meses, os fluxos migratórios provenientes da América Central aumentaram consideravelmente. De acordo com os dados oficiais mexicanos, foram identificados mais de 51 mil migrantes de Janeiro a Abril deste ano, o que representa um aumento de 17% em relação ao mesmo período de 2018.

Os Estados Unidos e o México partilham uma fronteira que estende por 3 mil quilómetros.

- Publicidade -
- Publicidade -

Zaire: Kimakuku ganha escola de sete salas

A localidade de Kimakuku, 226 quilómetros da sede comunal do Kindege, município do Nzeto, província do Zaire, ganha, dentro de oito meses, uma escola...
- Publicidade -

Cuanza Sul regista aumento de mordeduras caninas

Cento e dezoito mordeduras de cães aos cidadãos foram registadas no primeiro semestre do corrente ano, no município do Sumbe, pela secção municipal Saúde...

Viana: Desmantelados grupos de marginais que se dedicavam na prática de roubo

A Polícia Nacional, no Município de Viana, procedeu, recentemente, o desmantelamento de dois grupos de supostos marginais, denominados "os Barcelona e os Barra-Barra", acusados...

BNA ficou com 20 mil milhões Kz no cofre para injectar liquidez nas empresas

O Banco Nacional de Angola (BNA) aumentou para 79,3 mil milhões de kwanzas o volume das compras de títulos públicos às empresas no âmbito...

Notícias relacionadas

Zaire: Kimakuku ganha escola de sete salas

A localidade de Kimakuku, 226 quilómetros da sede comunal do Kindege, município do Nzeto, província do Zaire, ganha, dentro de oito meses, uma escola...

Cuanza Sul regista aumento de mordeduras caninas

Cento e dezoito mordeduras de cães aos cidadãos foram registadas no primeiro semestre do corrente ano, no município do Sumbe, pela secção municipal Saúde...

Viana: Desmantelados grupos de marginais que se dedicavam na prática de roubo

A Polícia Nacional, no Município de Viana, procedeu, recentemente, o desmantelamento de dois grupos de supostos marginais, denominados "os Barcelona e os Barra-Barra", acusados...

BNA ficou com 20 mil milhões Kz no cofre para injectar liquidez nas empresas

O Banco Nacional de Angola (BNA) aumentou para 79,3 mil milhões de kwanzas o volume das compras de títulos públicos às empresas no âmbito...

CNE reconhece uma dívida de 4 mil milhões de kwanzas

A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) reconheceu a existência de um passivo com vários fornecedores por serviços prestados durante as eleições gerais de 2017, avaliado,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.