- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Regiões Lubango terá energia eléctrica de Laúca em três anos

Lubango terá energia eléctrica de Laúca em três anos

Angop

O município do Lubango, província da Huíla, vai beneficiar de energia eléctrica da Barragem de Laúca, província de Malanje, dentro de três anos, anunciou o administrador municipal, Armando Vieira, numa altura em que a cidade-sede celebra 96 anos.

O administrador, no cargo há sete meses, fez esta afirmação quando falava à Angop, a propósito dos 96 anos da cidade do Lubango que hoje se assinala.

Durante a entrevista, Armando Vieira abordou os problemas existentes na sua circunscrição, a maior parte dos quais a solução transcende as competências da sua gestão.

Carência de água e energia são dos problemas que mais afectam o município, mas, para resolução deste último, disse estar em curso a instalação das linhas de transporte de alta tensão de Laúca para o Lubango.

De acordo com o responsável, a administração gere recursos ínfimos e não consegue dar resposta a todos problemas, contudo, crê que, por estarem projectados em programas ministeriais, paulatinamente vão sendo solucionados, pois o foco é construir um Lubango onde as pessoas possam viver com dignidade.

Quanto à água, sublinhou que existe uma abordagem mais cuidadosa, pois a cidade foi projectada para 50 mil habitantes e actualmente conta com aproximadamente um milhão, desproporcional à pouca água do lençol freático, o que dificulta a criação de projectos afins.

No entanto, está em curso a Fase II do Programa de Desenvolvimento do Sector das Águas, com o apoio do Banco Mundial, que contará com uma extensão de rede de 450 quilómetros para 50 mil ligações domiciliares e o aumento da reserva de água de quatro mil e 600 metros cúbicos para 24 mil metros cúbicos.

Esta fase contempla 140 quilómetros de rede e 20 mil ligações, das quais seis mil já foram feitas nos bairros Comandante Cowboy, Nzaji, António Agostinho Neto e uma parte do bairro Mapunda.

Educação

De acordo com o interlocutor, o município enfrenta problemas relacionados a crianças fora do sistema de ensino, pois as infra-estruturas não têm acompanhado o crescimento populacional na circunscrição.

“Está gizado um programa permanente de construção de escolas na cidade, todos os exercícios económicos que se seguem vão contemplar a construção de salas de aulas”, afirmou.

Admitiu que têm de trabalhar para admissão de mais professores no sistema de ensino, já que a escassez de recursos humanos é outro problema no sistema, cujo rácio de professor – aluno é de perto de um professor para 60 – 70 alunos, o que é contra indicado, uma vez que o normal seria um professor para 35 a 40 alunos.

Saúde

Defendeu a necessidade de se organizar os serviços de saúde na periferia com vista a evitar que a pressão recaia para os hospitais de referência.

Para Armando Vieira, o problema não se consubstancia à falta de unidades, mas a de técnicos, havendo necessidade de se admitir mais recursos humanos e financeiros para inverter o quadro.

Declarou que em muitas unidades de saúde existe apenas um funcionário e quando isso acontece não é possível exercer saúde com dignidade.

“Há necessidade de existir outras fontes de financiamento, não se pode resolver a situação só com o projecto da Luta Contra a Pobreza, temos de rever as políticas de disponibilização de recursos, mas acreditamos que com as autarquias o quadro vai mudar, pois vai-se ter uma nova abordagem de disponibilização de recursos e identificação de projectos”, frisou.

Requalificação da cidade

Apesar de se registar a renovação do tapete asfáltico das ruas, construção de passeios e novos espaços verdes da cidade, Armando Vieira admite que a cidade ainda está desestruturada em termos urbanísticos, existem muitos bairros no casco urbano, construídos desordenadamente e isso dificulta a mobilidade nessas zonas, pelo que a ideia é trabalhar para a requalificação desses locais.

“O processo está pensado, a título de exemplo, vamos fazer o primeiro ensaio no bairro Camazingo, onde já cadastramos mil e 300 famílias e queremos levar parte dessas pessoas para a Centralidade da Quilemba e naquele espaço erguer outras infra-estruturas sociais e económicas com maior qualidade”, informou.

A centralidade da Quilemba tem cerca de oito mil habitações, onde, nesta primeira fase, já estão concluídas 800 casas, estando em estudo a forma de entrega aos candidatos, na sua maioria funcionários da função pública.

Para requalificar totalmente o Lubango são necessários mais recursos, isso teria de ser algo bem estruturado com os disponíveis.

Desafios

Informou que têm trabalhado no sentido de ter uma sociedade sustentável e para isso os serviços têm de ser melhorados, como o saneamento básico, o que constitui uma responsabilidade que deve ser partilhada entre a governação e os munícipes de forma individual ou colectiva.

Actualmente, segundo Armando Vieira, ainda têm dificuldades em encontrar essa correspondência por parte dos cidadãos, pois existem pessoas que destroem, “por prazer”, jardins, sistemas de água, placas solares, roubam cabos eléctricos e uma série de práticas pouco dignas.

Desta forma, apela às boas práticas de cidadania do munícipe, uma vez que só é possível ter bons municípios, com bons cidadãos, que podem ser moldados com ajuda dos parceiros sociais, com destaque para as igrejas.

O município do Lubango, capital da província da Huíla, está localizado numa área de 3.140 quilómetros quadrados. Tem uma população de mais de um milhão de habitantes, de acordo com as projecções do Instituto Nacional de Estatística (INE) para o ano em curso.

Lubango foi elevada à categoria de cidade a 31 de Maio de 1923, quando a locomotiva do Caminho-de-Ferro de Moçâmedes apitou pela primeira vez no planalto huilano.

- Publicidade -
- Publicidade -

Turquia apela ao fim da “ocupação” arménia do Nagorno-Karabakh

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan apelou, esta segunda-feira, ao fim da “ocupação” arménia do Nagorno-Karabakh para acabar com os confrontos mortíferos que opõem...
- Publicidade -

Detido cidadão estrangeiro por furto de cabos eléctricos em Luanda

Um cidadão da Guiné Conacry, de 27 anos, foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), acusado de furto de cabos eléctricos e associação...

Líder da oposição sul-coreana diz que Pyongyang emitiu ordem para queimar corpo de oficial de Seul

Militares sul-coreanos já verificaram que a Coreia do Norte queimou o cadáver do oficial de pesca sul-coreano que foi assassinado em águas norte-coreanas na...

Conselho de Segurança da ONU debate Nagorno-Karabach

Os combates entre forças do Azerbaijão e separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabach continuam e já fizeram perto de uma centena de mortos, incluindo...

Notícias relacionadas

Turquia apela ao fim da “ocupação” arménia do Nagorno-Karabakh

O Presidente turco Recep Tayyip Erdogan apelou, esta segunda-feira, ao fim da “ocupação” arménia do Nagorno-Karabakh para acabar com os confrontos mortíferos que opõem...

Detido cidadão estrangeiro por furto de cabos eléctricos em Luanda

Um cidadão da Guiné Conacry, de 27 anos, foi detido pelo Serviço de Investigação Criminal (SIC), acusado de furto de cabos eléctricos e associação...

Líder da oposição sul-coreana diz que Pyongyang emitiu ordem para queimar corpo de oficial de Seul

Militares sul-coreanos já verificaram que a Coreia do Norte queimou o cadáver do oficial de pesca sul-coreano que foi assassinado em águas norte-coreanas na...

Conselho de Segurança da ONU debate Nagorno-Karabach

Os combates entre forças do Azerbaijão e separatistas arménios no enclave de Nagorno-Karabach continuam e já fizeram perto de uma centena de mortos, incluindo...

Incêndio florestal atinge residência do vice-presidente do Brasil

Um incêndio florestal atinge uma área de proteção ambiental que abrange o Palácio do Jaburu, residência oficial do vice-presidente do Brasil, Hamilton Mourão, em...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.