- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Ministérios Ministério da Saúde Leonardo Inocêncio reitera combate ao consumo de tabaco em locais públicos

Leonardo Inocêncio reitera combate ao consumo de tabaco em locais públicos

De acordo com a Angop, o secretário de Estado da saúde para a área hospitalar, Leonardo Inocêncio reiterou hoje (sexta-feira), em Luanda, o combate ao consumo do tabaco em locais públicos de forma a evitar o aumento de fumadores passivos e reduzir as doenças cancerígenas causadas pelo fumo.

O responsável falava durante a cerimónia de abertura do I Simpósio internacional de biossegurança e controlo das infecções hospitalares, que decorre no âmbito do Dia Mundial Sem Tabaco, que hoje se assinala (31 de Maio).

Apelou à sociedade a conhecer e divulgar a lei que proíbe o consumo do tabaco em locais públicos.

“Somos todos chamados a fazer parte desta lei em prol da saúde pública”, lembrando que o sector tem o compromisso de acelerar o controlo do tabaco e ao mesmo tempo avançar com a meta que visa reduzir o número de fumadores em 30 por cento até 2025.

Referiu ser preocupante o número de adolescentes que fazem o uso de tabaco e de álcool por prazer sem pensarem nas consequências nocivas e ao mesmo tempo compromete o futuro da nação e das gerações vindouras.

Por sua vez, a representante em exercício da Organização Mundial da Saúde (OMS) em Angola, Fernanda Alves, referiu que o tabagismo é uma das maiores ameaças à saúde pública que o mundo enfrenta actualmente.

Acrescentou que em 2018 foram diagnosticados mais de trinta e nove mil 353 novos casos de cancro do pulmão e foram registadas 37 mil 748 mortes devido à doença, como consequência do consumo e da exposição passiva do tabaco.

Apontou o consumo de tabaco como a principal causas da doença pulmonar obstrutiva crónica, que resulta em tosse crónica e dificuldade respiratória agonizante.

No mundo cerca de 165 mil crianças morrem antes dos cinco anos de idade devido a infecções respiratórias agudas causadas pelo fumo passivo.

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: Espanha notifica mais de 11 mil novos casos e 177 mortes

O Ministério da Saúde espanhol notificou, esta quarta-feira, 11.016 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, dos quais, de acordo com os meios de...
- Publicidade -

Elefantes agora estão a morrer no Zimbabwe devido a uma bactéria que provoca abundantes hemorragias internas

Depois de ter sido clarificado que mais de 300 elefantes morreram no Botswana devido a uma cianobactéria, que se reproduz especialmente rápido em charcos...

Cabinda: MP decreta prisão preventiva para 14 homens acusados de burlar pessoas através de falsos perfis no Facebook

O Ministério Público (MP) decretou a prisão preventiva a 14 homens, acusados de integrar uma rede de burla e criarem falsos perfis na rede...

Ex-director da Elite Models na Europa investigado por violação de modelos

O antigo director da agência Elite Models na Europa, Gerald Marie, está a ser investigado pelas autoridades francesas por suspeitas de violação e agressão...

Notícias relacionadas

Covid-19: Espanha notifica mais de 11 mil novos casos e 177 mortes

O Ministério da Saúde espanhol notificou, esta quarta-feira, 11.016 novos casos de infecção pelo novo coronavírus, dos quais, de acordo com os meios de...

Elefantes agora estão a morrer no Zimbabwe devido a uma bactéria que provoca abundantes hemorragias internas

Depois de ter sido clarificado que mais de 300 elefantes morreram no Botswana devido a uma cianobactéria, que se reproduz especialmente rápido em charcos...

Cabinda: MP decreta prisão preventiva para 14 homens acusados de burlar pessoas através de falsos perfis no Facebook

O Ministério Público (MP) decretou a prisão preventiva a 14 homens, acusados de integrar uma rede de burla e criarem falsos perfis na rede...

Ex-director da Elite Models na Europa investigado por violação de modelos

O antigo director da agência Elite Models na Europa, Gerald Marie, está a ser investigado pelas autoridades francesas por suspeitas de violação e agressão...

Comissão de Reforma da IURD condena e se demarca da falsificação de documentos

A Comissão de Reforma da Igreja Universal em Angola demarcou-se recentemente de actos de irregularidade na tramitação do processo para a certificação da sua...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.