- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Novo dia de protestos contra redução de recursos para educação

Novo dia de protestos contra redução de recursos para educação

Milhares de estudantes começaram a se mobilizar nesta quinta-feira em várias cidades do Brasil, em um novo dia de protestos contra o bloqueio de recursos para as universidades decidido pelo governo de Jair Bolsonaro.

“Estou aqui por todos aqueles que são periféricos e merecem ter o direito de estudar e a uma educação pública de qualidade”, disse à AFP Kaio Duarte, um estudante de Serviço Social de 21 anos, que participou pela manhã da marcha em Brasília, uma das primeiras a acontecer.

“Me preocupa que a próxima geração não tenha todos os direitos à educação que eu tive”, acrescentou ainda na concentração do ato, que reunia milhares de estudantes.

A mobilização há duas semanas foi convocada contra os planos do ministro da Educação, Abraham Weintraub, de bloquear recursos, incluindo os 30% do orçamento não obrigatório das universidades federais pelo congelamento dos gastos.

Durante as marchas realizadas há duas semanas, consideradas o primeiro movimento social de força enfrentado por Bolsonaro, os estudantes já haviam anunciado sua intenção de voltar às ruas. A decisão do governo de liberar alguns recursos para a educação não ameaçou o novo ato.

“Estive na Câmara dos Deputados em uma audiência pública na última semana para tentar argumentar com o ministro da Educação contra os cortes, mas ele se recusa a nos ouvir. Então será pelas ruas que ele vai ter que entender. No dia 15 levamos mais de dois milhões de pessoas para as ruas e o próximo dia 30 tem tudo para repetir esse público”, destacou a presidenta da UNE, Marianna Dias, em um comunicado da organização.

Apesar de Bolsonaro ter baixado um pouco o tom em relação aos estudantes – que de “idiotas úteis”, como chamou os estudantes no dia 15 de maio passou a classificá-los de “inocentes úteis” em entrevista recente -, o ministro da Educação voltou a culpar na quarta-feira os professores de estar “coagindo” os alunos para que compareçam aos protestas, em uma mensagem publicada nas redes sociais.

Muito polêmico por suas críticas ao trabalho das universidades federais e enfrentado aos coletivos de estudantes, Weintraub assegurou igualmente que sua pasta está “fazendo um esforço muito grande para que o ambiente escolar não seja prejudicado por uma guerra ideológica que prejudica o aprendizado dos alunos”.

- Publicidade -
- Publicidade -

Mali: Bah N’Daw nomeado presidente de transição

O ex-ministro da Defesa Bah N’Daw foi hoje nomeado oficialmente para o cargo de presidente de transição. A cerimónia de tomada de posse está...
- Publicidade -

Covid-19: Síntese Nacional

O quadro sanitário nacional registou, até às 19 horas desta segunda-feira, mais 126 novos casos, dois óbitos e quatro recuperações. No grupo dos 126 novos...

Caso 900 milhões: Carlos São Vicente conhece hoje as suas medidas de coação na PGR

O empresário Carlos São Vicente, suspeito de crime de branqueamento de capitais e peculato, depois de ter visto congelada uma conta sua na Suíça,...

Benguela: Ex-directores do governo provincial condenados

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, ontem, Jaime Yamba, ex-director de gabinete do antigo governador Pinda Simão,a quatro anos e seis meses de prisão...

Notícias relacionadas

Mali: Bah N’Daw nomeado presidente de transição

O ex-ministro da Defesa Bah N’Daw foi hoje nomeado oficialmente para o cargo de presidente de transição. A cerimónia de tomada de posse está...

Covid-19: Síntese Nacional

O quadro sanitário nacional registou, até às 19 horas desta segunda-feira, mais 126 novos casos, dois óbitos e quatro recuperações. No grupo dos 126 novos...

Caso 900 milhões: Carlos São Vicente conhece hoje as suas medidas de coação na PGR

O empresário Carlos São Vicente, suspeito de crime de branqueamento de capitais e peculato, depois de ter visto congelada uma conta sua na Suíça,...

Benguela: Ex-directores do governo provincial condenados

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, ontem, Jaime Yamba, ex-director de gabinete do antigo governador Pinda Simão,a quatro anos e seis meses de prisão...

Bolsonaro passa por exames médicos em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro esteve nesta segunda-feira, 21, no serviço médico do Palácio do Planalto, onde realizou exames pré-operatórios para a cirurgia de retirada...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.