- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Angola Sociedade Greve deixa Luanda sem recolha de lixo

Greve deixa Luanda sem recolha de lixo

VOA | Coque Mukuta

Os trabalhadores da Empresa de Limpeza e Saneamento de Luanda (ELISAL), em Angola, estão desde as primeiras horas desta quinta-feira, 30, em greve, para exigir o pagamento de dois meses de salários em dívida há mais de quatro anos.

Até agora, segundo a Comissão Sindical da empresa, o Conselho de Administração não deu quaisquer explicações sobre o caso.

Com esta greve de cerca de 300 trabalhadores a cidade de Luanda vai registar um acúmulo de lixo que pode levar à explosão de doenças, como o paludismo.

Em 2016 os trabalhadores tinha feito uma greve e acusaram a empresa de um atraso salarial de dois meses, de não avançar com a reconversão das carreiras e de violar direitos ligados à segurança e higiene no trabalho.

Henrique António Munda, responsável da Comissão Sindical na empresa, diz “não entender a razão do não pagamento dos salários”.

O funcionário da ELISAL acrescenta que se não houver acordo entre as partes, a greve vai continuar porque a situação mantém-se apesar de já ter passado pela empresa três diferentes direcções.

“Enquanto não houver uma resposta por parte da direcção da empresa, a greve vai continuar”, assegurou Munda.

Apesar dops esforços, não foi possível falar com a direcçao da empresa.

Recorde-se que, desde o início da actual legislativa, trabalhadores de vários sectores em Angola têm reclamado por melhores condições de trabalho, aumentos salariais e mais segurança e higiene no trabalho.

- Publicidade -
- Publicidade -

Mali: Bah N’Daw nomeado presidente de transição

O ex-ministro da Defesa Bah N’Daw foi hoje nomeado oficialmente para o cargo de presidente de transição. A cerimónia de tomada de posse está...
- Publicidade -

Covid-19: Síntese Nacional

O quadro sanitário nacional registou, até às 19 horas desta segunda-feira, mais 126 novos casos, dois óbitos e quatro recuperações. No grupo dos 126 novos...

Caso 900 milhões: Carlos São Vicente conhece hoje as suas medidas de coação na PGR

O empresário Carlos São Vicente, suspeito de crime de branqueamento de capitais e peculato, depois de ter visto congelada uma conta sua na Suíça,...

Benguela: Ex-directores do governo provincial condenados

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, ontem, Jaime Yamba, ex-director de gabinete do antigo governador Pinda Simão,a quatro anos e seis meses de prisão...

Notícias relacionadas

Mali: Bah N’Daw nomeado presidente de transição

O ex-ministro da Defesa Bah N’Daw foi hoje nomeado oficialmente para o cargo de presidente de transição. A cerimónia de tomada de posse está...

Covid-19: Síntese Nacional

O quadro sanitário nacional registou, até às 19 horas desta segunda-feira, mais 126 novos casos, dois óbitos e quatro recuperações. No grupo dos 126 novos...

Caso 900 milhões: Carlos São Vicente conhece hoje as suas medidas de coação na PGR

O empresário Carlos São Vicente, suspeito de crime de branqueamento de capitais e peculato, depois de ter visto congelada uma conta sua na Suíça,...

Benguela: Ex-directores do governo provincial condenados

O Tribunal Provincial do Uíge condenou, ontem, Jaime Yamba, ex-director de gabinete do antigo governador Pinda Simão,a quatro anos e seis meses de prisão...

Bolsonaro passa por exames médicos em Brasília

O presidente Jair Bolsonaro esteve nesta segunda-feira, 21, no serviço médico do Palácio do Planalto, onde realizou exames pré-operatórios para a cirurgia de retirada...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.