- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Portugal Sócrates recusa ir à comissão de inquérito à Caixa. Só responde por...

Sócrates recusa ir à comissão de inquérito à Caixa. Só responde por escrito

TSF | Anselmo Crespo

O presidente da comissão informou, esta quarta-feira, os coordenadores dos vários partidos que o ex-primeiro-ministro se recusa a ir presencialmente responder aos deputados. Sócrates só aceita responder por escrito.

Era um dos nomes mais esperados na comissão de inquérito à Caixa Geral de Depósitos. A audição do ex-primeiro-ministro, José Sócrates, foi inicialmente pedida pelo Bloco de Esquerda, mas acabou por ser acompanhada pelos restantes partidos.

Há duas semanas, numa reunião de coordenadores desta comissão, o Bloco de Esquerda propôs que Sócrates, afinal, pudesse responder apenas por escrito, uma ideia que não colheu junto do PSD, que insistia na presença do ex-primeiro-ministro no Parlamento. O convite acabou por seguir para a morada de José Sócrates.

Mas a resposta que veio, na volta do correio, foi negativa. Esta quarta-feira à tarde, o presidente da comissão, Luís Leite Ramos, informou os vários coordenadores dos partidos, que José Sócrates se recusa a ser ouvido presencialmente e apenas aceita responder por escrito às perguntas dos deputados. Um direito que tem, por ser ex-primeiro-ministro.

Na mesma reunião, desta quarta-feira, o Partido Socialista chegou a sugerir que a ex-ministra das Finanças, Maria Luís Albuquerque, também pudesse responder por escrito. Uma ideia que a própria recusou, fazendo questão de estar presencialmente na segunda comissão de inquérito que está a analisar a recapitalização da Caixa Geral de Depósitos.

Sócrates, o “elefante” no meio da comissão de inquérito à CGD
O nome já foi, por diversas vezes pronunciado nas várias audições que já foram feitas. Uma das mais recentes, foi a Carlos Santos Ferreira, o presidente da Caixa Geral de Depósitos escolhido pelo governo de José Sócrates para gerir o banco público entre 2005 e 2008. Na comissão parlamentar de inquérito, Carlos Santos Ferreira garantiu, no entanto, que “eu e o engenheiro José Sócrates não somos visita de casa um do outro” acrescentando que “hoje não temos relação” e que “na altura da Caixa tínhamos a relação normal entre dois membros do mesmo partido”

O presidente do banco público entre 2005 e 2008 pediu que as suas palavras não sejam vistas como um modo de “fazer piorar a situação” de José Sócrates, que considerou “extremamente complicada e delicada”.

Santos Ferreira disse que, como presidente do banco público, com quem falava regularmente no Governo era com o ministro das Finanças, Teixeira dos Santos, e com o secretário de Estado da tutela.

Já sobre o empreendimento de Vale do Lobo, Santos Ferreira respondeu que não foi Armando Vara que lhe deu a conhecer o projeto e que o normal, se a operação não tivesse algum problema, era ter acesso às propostas de crédito na véspera da reunião em que seriam discutidas e eventualmente aprovadas.

Esta segunda comissão de inquérito à recapitalização da Caixa surgiu na sequência da polémica em torno de uma auditoria sobre a concessão de crédito da CGD entre 2000 e 2015.

- Publicidade -
- Publicidade -

Espionagem: os telefones ultra-seguros dos presidentes africanos

Entre a vigilância de oponentes e terroristas, o suculento mercado de espionagem em África Em África, o mercado das “orelhas grandes” está a crescer....
- Publicidade -

Boston vence Heat e reduz desvantagem

Ao vencerem na madrugada deste domingo os Miami Heat, por 117-106, os Boston Celtic reduziram para 1-2 a desvantagem nos "play-offs" a melhor de...

Porto entra a vencer no Dragão

O FC do Porto recebeu e venceu sábado, no estádio do dragão o Braga por 3-1, jogo referente a primeira jornada da Liga Nos...

Covid-19: Angola regista 53 novos casos e dois recuperados

As autoridades sanitárias anunciaram o registo, nas últimas 24 horas, de 53 novas infecções e dois recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...

Notícias relacionadas

Espionagem: os telefones ultra-seguros dos presidentes africanos

Entre a vigilância de oponentes e terroristas, o suculento mercado de espionagem em África Em África, o mercado das “orelhas grandes” está a crescer....

Boston vence Heat e reduz desvantagem

Ao vencerem na madrugada deste domingo os Miami Heat, por 117-106, os Boston Celtic reduziram para 1-2 a desvantagem nos "play-offs" a melhor de...

Porto entra a vencer no Dragão

O FC do Porto recebeu e venceu sábado, no estádio do dragão o Braga por 3-1, jogo referente a primeira jornada da Liga Nos...

Covid-19: Angola regista 53 novos casos e dois recuperados

As autoridades sanitárias anunciaram o registo, nas últimas 24 horas, de 53 novas infecções e dois recuperados. Segundo o secretário de Estado para a Saúde...

Flávio Fortes, andebolista cabo-verdiano quer triunfar na liga francesa e no Mundial

Os diferentes campeonatos de andebol em França já estão em andamento, quer em masculinos, quer em femininos. Na liga francesa de Nationale 1, terceiro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.