- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Huawei pede a tribunal dos EUA que anule proibição de compra de...

Huawei pede a tribunal dos EUA que anule proibição de compra de equipamentos

AFP

O gigante chinês das telecomunicações Huawei anunciou que solicitará a um tribunal americano que anule a legislação que proíbe a compra de seus produtos por parte das agências federais do país.

O grupo previa apresentar um pedido de liminar já nesta terça-feira nos Estados Unidos (quarta na China), revelou Song Liuping, director jurídico da empresa, ao canal estatal CCTV.

“O projeto de lei determina directamente que a Huawei é culpada e impõe um amplo volume de restrições à Huawei”, disse Song Liuping.

Huawei já havia apresentado uma acção em Março, no Texas, alegando que o Congresso americano não havia obtido provas que justificassem as restrições “inconstitucionais” aos produtos do grupo.

“Se espera que os tribunais americanos declarem que a proibição à Huawei é inconstitucional e impeçam sua entrada em vigor”, acrescentou Song.

A decisão chega no momento em que a Huawei é alvo de uma série de ataques de parte de Washington.

Em plena guerra comercial sino-americana, a administração do presidente Donald Trump colocou a Huawei na lista negra de empresas suspeitas proibidas de comprar equipamentos tecnológicos dos EUA, o que ameaça a sobrevivência do grupo, já que seus smartphones dependem de componentes fabricados nos Estados Unidos.

Washington afirma que Pequim pode estar manipulando os sistemas da Huawei para espionar outros países e interferir em comunicações cruciais, e pede a outros países que evitem as redes 5G do grupo chinês.

- Publicidade -
- Publicidade -

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...
- Publicidade -

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Notícias relacionadas

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo envolvidos em investigação internacional aos grandes bancos

Numa nova investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas, a filha do ex-presidente de Angola é alvo de dois relatórios sobre atividades suspeitas, ambos de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.