- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques China suspende aquisições de petróleo do Irão em meio às sanções americanas

China suspende aquisições de petróleo do Irão em meio às sanções americanas

A China suspendeu as suas compras do petróleo iraniano depois que Washington anunciou a decisão de cancelar isenções às sanções por importação do petróleo iraniano para certos países, informou o Wall Street Journal, citando fontes da indústria petrolífera iraniana.

De acordo com Rahim Zare, que é membro da comissão económica do parlamento iraniano, a China, Grécia, Índia, Itália, Japão, Coreia do Sul, Taiwan e Turquia, países aos quais as sanções não eram temporariamente aplicadas, compraram 1,6 milhão de barris de petróleo iraniano diariamente em Março, mas cessaram as compras desde então.

“Eles estão realmente cumprindo as sanções”, disse Zare, citado pelo jornal.

O jornal notou que, quando um navio-tanque pertencente à China foi carregado no terminal de petróleo na ilha iraniana de Kharg, em meados de Maio, isso foi visto como o reinício das compras de petróleo bruto por Pequim. No entanto, o navio-tanque subsequentemente partiu para a Indonésia e, no momento, permanece na costa do Irão, no golfo de Omã, informou o jornal, citando o recurso de rastreamento marítimo FleetMon.

Empresários em Teerão também notaram que as empresas chinesas deixaram de comprar petróleo iraniano, relatou o jornal.

Ao mesmo tempo, o Irão ainda não perdeu a esperança de retomar as vendas para a China. Um empresário iraniano que entregou petróleo iraniano pela última vez à China há dois meses disse que estava negociando a venda de até dois milhões de barris para uma pequena refinaria chinesa, mas observou que ainda não recebeu a aprovação dos governos dos dois países.

Em Abril, escreve a Sputnik, o Departamento de Estado dos EUA anunciou a aplicação de sanções a oito países que antes beneficiavam de isenções temporárias e que são dependentes das importações de energia iranianas: Grécia, Itália, Taiwan, China, Índia, Turquia, Japão e Coreia do Sul.

Os EUA querem que todos os países cessem completamente suas importações de petróleo do Irão. Isso provavelmente terá um impacto significativo sobre a economia do país, no qual as exportações de petróleo são uma das principais fontes de receita do Estado.

- Publicidade -
- Publicidade -

Covid-19: Laboratório de RTPCR de Benguela avariado

Duas mil amostras estão pendentes devido a uma avaria registada no único laboratório de testagem da Covid-19 (RTPCR) de Benguela, que atende a região...
- Publicidade -

Garimpeiros morrem soterrados em Chipindo

Um desabamento de terra em minas ilegais de exploração de ouro provocou a morte de três garimpeiros no município de Chipindo, que dista a...

MPLA lamenta morte do deputado Mendes Bartolomeu

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, manifestou, nesta terça-feira, consternação pela morte do deputado Mendes Bartolomeu. O deputado do MPLA morreu, nesta terça-feira, numa...

Empresa de Isabel dos Santos impugna nacionalização de Efacec

A Winterfell, empresa de Isabel dos Santos que controlava a Efacec, anunciou ter apresentado uma acção de impugnação da decisão do Governo português de...

Notícias relacionadas

Covid-19: Laboratório de RTPCR de Benguela avariado

Duas mil amostras estão pendentes devido a uma avaria registada no único laboratório de testagem da Covid-19 (RTPCR) de Benguela, que atende a região...

Garimpeiros morrem soterrados em Chipindo

Um desabamento de terra em minas ilegais de exploração de ouro provocou a morte de três garimpeiros no município de Chipindo, que dista a...

MPLA lamenta morte do deputado Mendes Bartolomeu

O Secretariado do Bureau Político do MPLA, manifestou, nesta terça-feira, consternação pela morte do deputado Mendes Bartolomeu. O deputado do MPLA morreu, nesta terça-feira, numa...

Empresa de Isabel dos Santos impugna nacionalização de Efacec

A Winterfell, empresa de Isabel dos Santos que controlava a Efacec, anunciou ter apresentado uma acção de impugnação da decisão do Governo português de...

Serena “escuta” o tendão de Aquiles e decide abandonar Roland Garros

Serena Williams optou por desistir do torneio de Roland Garros pouco antes de enfrentar a búlgara Tsvetana Pironkova e volta a perder a oportunidade...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.