- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Europa Rei emérito de Espanha Juan Carlos abandona vida pública a partir de...

Rei emérito de Espanha Juan Carlos abandona vida pública a partir de 2 de Junho

O rei emérito de Espanha, Juan Carlos, anunciou esta segunda-feira que deixará de exercer actividades institucionais e que abandonará a vida pública a partir de 2 de Junho, cinco anos após ter abdicado da coroa em favor do filho.

Segundo avança a RTP, que cita a Lusa, a decisão de Juan Carlos foi divulgada num comunicado do Palácio da Zarzuela, residência oficial da família real espanhola.

A mesma fonte precisou que Juan Carlos comunicou a sua decisão ao filho, o rei Felipe VI, numa carta em que lembra os últimos cinco anos e como tem exercido, ao longo desse período, actos institucionais com “o mesmo empenho” do que quando era monarca em funções.

Porém, o rei emérito de Espanha, actualmente com 81 anos, acredita que chegou o momento de se afastar da vida pública e dos compromissos institucionais.

“Chegou o momento de virar uma nova página na minha vida (…) e concretizar a minha retirada da vida pública”, escreveu Juan Carlos, lembrando que esta já era uma ideia que andava a amadurecer e que a “inesquecível comemoração” do 40.º aniversário da Constituição espanhola, assinalado em 2018, deu-lhe a certeza que precisava para tomar tal decisão.

“Foi um ato solene cheio de emoção para mim, que me fez evocar, com orgulho e admiração, a recordação de tantas pessoas que contribuíram para fazer que tornaram possível a transição política e renovaram o meu sentimento de gratidão permanente com o povo espanhol, o verdadeiro artífice e principal protagonista daquela etapa transcendental da nossa história recente”, prosseguiu Juan Carlos.

Perante isso, o rei emérito espanhol frisa que com uma “firme e ponderada convicção” manifesta a sua vontade e desejo de dar tal passo e “parar de exercer actividades institucionais a partir do próximo dia 02 de Junho”.

Na mesma carta, o monarca emérito manifesta o “carinho e orgulho de pai” que sente por Felipe VI, que foi proclamado rei em Junho de 2014, após a abdicação de Juan Carlos.

Juan Carlos, que viveu em Portugal quando era jovem, foi o primeiro rei após a ditadura franquista e um artífice essencial na transição espanhola da ditadura para a democracia a partir de 1977, tendo abdicado do trono em 2014 na sequência do seu envolvimento em vários escândalos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Investigação do Consórcio de Jornalistas: Grandes bancos facilitam branqueamento de capitais

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...
- Publicidade -

“Num país massacrado pela Guerra Civil, o coronavírus é só mais um assassino”

Os últimos cinco anos têm sido devastadores para o Iémen. A Guerra Civil deixou o país ainda mais pobre e mal equipado para lidar...

Covid-19: Guiné-Bissau quer aumentar testagem da população

A Alta Comissária para a Covid-19 no país, Magda Robalo, afirma ter um "optimismo cauteloso" sobre a evolução da doença, mas pretende aumentar o...

Por medo da covid-19, time de futebol alemão perde por 37 a 0

Atleta adversário tivera contacto com infectado menos de duas semanas antes. Para evitar multa por não comparecimento, equipe de liga regional enviou apenas sete...

Notícias relacionadas

Investigação do Consórcio de Jornalistas: Grandes bancos facilitam branqueamento de capitais

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

“Num país massacrado pela Guerra Civil, o coronavírus é só mais um assassino”

Os últimos cinco anos têm sido devastadores para o Iémen. A Guerra Civil deixou o país ainda mais pobre e mal equipado para lidar...

Covid-19: Guiné-Bissau quer aumentar testagem da população

A Alta Comissária para a Covid-19 no país, Magda Robalo, afirma ter um "optimismo cauteloso" sobre a evolução da doença, mas pretende aumentar o...

Por medo da covid-19, time de futebol alemão perde por 37 a 0

Atleta adversário tivera contacto com infectado menos de duas semanas antes. Para evitar multa por não comparecimento, equipe de liga regional enviou apenas sete...

O fotógrafo mais vigiado da Alemanha Oriental

Ao documentar extensivamente a vida na RDA, Harald Hauswald teve todos os seus passos monitorados pela Stasi, a polícia secreta da ditadura comunista. Seu...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.