Radio Calema
InicioAngolaPolíticaOrdem dos Advogados de Angola denuncia grupos de criminosos a operar no...

Ordem dos Advogados de Angola denuncia grupos de criminosos a operar no Baixo Congo

VOA | José Manuel

O Conselho Provincial de Cabinda da Ordem dos Advogados de Angola revela a existência de grupos criminais na fronteira entre a província de Cabinda e a República Democrática do Congo (RDC), a zona do chamado Baixo Congo, que se dedicam a assaltos a mão armada, assassinatos e furtos de veículos.

Em declarações à VOA, o advogado Henrique Tiago disse que a rede envolve altas figuras da polícia, da segurança e das alfândegas da RDC que colaboravam com cidadãos angolanos ainda não identificados para o furto de viaturas e assassinatos no território angolano.

Tiago acrescenta ainda que alguns elementos desses grupos foram já detidos no território congolês e aguarda-se por uma posição das autoridades angolanas já que os crimes foram cometidos em Angola.

“Nós fomos para investigar os crimes cometidos em Cabinda e que o nosso estado julgava-se incompetente, fomos no território vizinho e vimos que aquelas pessoas que eram tidas como idóneas é que estavam envolvidas nos crimes”, revelou aquele advogado, lamentando, contudo, estarem envolvidas altas figuras das alfândegas, da polícia e da Segurança do Estado da região de Matadi, na RDC.

Ainda segundo Henrique Tiago, os grupos operavam em Cabinda, onde depois de furtarem veículos assassinavam os respectivos motoristas e comercializavam as viaturas na RDC.

Siga-nos

0FansCurti
0SeguidoresSeguir
0InscritosSe inscrever

Últimas notícias

Notícias relacionadas

- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.