Portal de Angola
Informação ao minuto

Qualidade do turismo passa pela melhoria da qualidade dos serviços – PR

(Foto: AMPE ROGERIO/EPA)

O Presidente da República, João Lourenço, declarou hoje, em Luanda, que, no quadro da diversificação da economia no país, o sector do Turismo assume um importante papel como promotor do desenvolvimento e gerador de receitas e de postos de trabalho.

O estadista angolano, que falava na abertura do Fórum Mundial do Turismo (WTF, sigla ingelsa), disse que para o sector desempenhar tal papel, o Governo tem como aposta, a curto e médio prazo, a expansão das infra-estruturas hoteleiras, a infra-estruturação dos pólos turísticos de Cabo Ledo, Calandula e do projecto Transfronteiriço de OKavango Zambeze, com vista a aumentar a oferta e as opções de diversidade de turistas e clientes, em geral.

A par das infra-estruturas, outra aposta, segundo o Presidente da República, passa pela melhoria da qualidade dos serviços no sector, a promoção da actividade nos mercados internacionais promotores do turismo e que despertem o interesse dos turistas para os diferentes destinos turísticos mundiais.

João Lourenço, que falava para uma plateia de personalidades ligadas à indústria turística e política mundial, com destaque para o ex-presidente francês, François Hollande, afirmou que, para o alcance dos objectivos preconizados, o Governo está a implementar o Programa Prodesi, o qual, pela sua transversalidade, cria condições para melhorar o ambiente de negócios no país, incentivar o investimento privado e promover parcerias, sobretudo no turismo.

“Com a inserção do turismo neste programa, enquanto um dos sectores estratégicos para a diversificação da economia nacional, pensamos ter iniciado um processo irreversível de dinamização da actividade económica, com vista a inversão do cenário desfavorável provocado pela crise económica e financeira que assolou o país”, disse.

João Lourenço disse constituir, igualmente, um desafio importante o aumento da oferta de quartos nos hotéis e resorts de todas as categorias ainda por construir e fazer com que os diferentes sub-sectores do turismo em toda a sua cadeia absorvam os jovens que procuram emprego.

O fórum, que acontece pela segunda vez em África (a primeira foi Ghana), conta com a presença da ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança, e do presidente do WTF, o turco Bulut Bagci.

O Fórum Mundial do Turismo já foi realizado na Turquia, Reino Unido, Qatar, EUA e Emirados Árabes Unidos (Dubai).

Fundado em 2015, o WTF reúne os profissionais que dirigem a indústria do turismo com as cúpulas internacionais e, em cada ano, constrói pontes entre os vários países do mundo.

O Fórum Mundial do Turismo, de acordo com o seu presidente, tem em carteira um investimento de mil milhões de dólares para Angola, para ajudar o desenvolvimento do sector neste.

Angola vai trabalhar com o WTF, durante um período mínimo de cinco anos, com o objectivo de desenvolver a actividade turística, atrair investidores e promover a imagem de Angola.

Os líderes da indústria do turismo a nível do mundo vão abordar temas como “Turismo em África”, “Turismo digital ou informatizado”, “O papel do governo nas viagens de negócio”, “Porquê investir em Angola”, e “O segredo ou a história do sucesso dos destinos turísticos”, entre outros assuntos.

O evento reúne cerca de mil e quinhentos delegados, podendo trazer oportunidades de investimentos nos sectores da construção, transportes, energia e águas e agricultura e proporcionar a criação de empregos, pelo facto de o turismo ser uma indústria de investimento de paz e de lazer, bem como de oportunidades.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »