Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Presidential Golf Day e Fórum do Turismo promovem imagem de Angola – PR

PRESIDENTE DA REPÚBLICA, JOÃO LOURENÇO, EFECTUA A PRIMEIRA TACADA, NA ABERTURA DO TORNEIO "GOLF PRESIDENTIAL DAY" (FOTO: NELSON MALAMBA)

Angop

O Presidente da República, João Lourenço, afirmou hoje, em Luanda, que o Executivo angolano encarou de bom grado a realização do “Presidential Golf Day” e do Fórum Mundial do Turismo, eventos internacionais que ajudam a promover a imagem de Angola.

Ao discursar na abertura do Fórum Mundial do Turismo, WTF, João Lourenço disse que a promoção da imagem do país, através destes dois eventos internacionais que Luanda acolhe, vai permitir melhorar o ambiente de negócios e a consequente captação do investimento estrangeiro directo.

Considerou importante que os operadores do turismo, as grandes cadeias hoteleiras e os líderes de opinião internacionais possam constatar, não só, as potencialidades turísticas de Angola, mas também os constrangimentos actuais, e os enormes desafios que o país tem pela frente.

“Só com esta percepção “in situ” é que podemos perspectivar e traçar, juntos, uma rota de progresso da indústria do turismo e lazer para Angola”, enfatizou o Chefe de Estado angolano, para uma plateia de personalidades mundiais, entre os quais o ex-Presidente francês, François Hollande.

João Lourenço disse que as oportunidades de negócio no turismo, em Angola, resultam deste ser uma actividade integradora de múltiplos sectores, estabelecendo uma relação com todos os órgãos produtivos da economia.

Segundo o Titular do Poder Executivo, a sua natureza multifacetada e transversal determina que no turismo se encontrem implicados quase todos os órgãos de gestão do território e administração do Estado, designadamente o Ambiente, a Cultura, a Economia, as Obras Públicas, o Urbanismo, os Transportes, a Segurança e a Saúde.

Adiantou que as diferentes unidades de produção que conformam a indústria do turismo devem satisfazer as necessidades criadas por estes, daí entender que a dinamização do turismo deve passar por maior interacção entre os intervenientes da cadeia de produção, distribuição e turística.

Salientou ser importante promover maior interacção entre os fornecedores dos serviços hoteleiros e de transportes, e os operadores turísticos, para melhorar as ligações terrestres, marítimas e aéreas, bem como facilitar o processo de aquisição de vistos para os turistas, algo que apontou como sendo já uma realidade no país.

Lembrou que o Executivo angolano tem definido um novo quadro para investimento estrangeiro directo, onde se destacam a nova Lei de Investimento Privado, a Lei da Concorrência e o Regime de Isenção e Simplificação dos Actos Administrativos para a concessão de vistos de turismo, entre várias outras medidas e acções já tomadas.

O fórum, que acontece pela segunda vez em África (a primeira no Ghana), conta com a presença da ministra do Turismo de Angola, Ângela Bragança, e do presidente do WTF, o turco Bulut Bagci.

Fundado em 2015, o WTF já foi realizado na Turquia, Reino Unido, Qatar, EUA e Emirados Árabes Unidos (Dubai) e reúne os profissionais que dirigem a indústria do turismo com as cúpulas internacionais e, em cada ano, constrói pontes entre os vários países do mundo.

O evento reúne cerca de mil e quinhentos delegados, podendo trazer oportunidades de investimentos aos sectores da construção, transportes, energia e águas e agricultura e proporcionar a criação de empregos.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »