- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Seca ameaça mais de 50 mil cabeças de gado bovino no Calai

Seca ameaça mais de 50 mil cabeças de gado bovino no Calai

Mais de 50 mil cabeças de gado bovino correm riscos de morte no município do Calai, província do Cuando Cubango, devido a seca, revelou esta terça-feira o administrador da circunscrição, Afonso Dala, escreve a Angop.

Em declarações à imprensa, em Menongue, no final de um encontro promovido pela Comissão Provincial de Protecção Civil, o administrador afirmou que a situação é muito crítica naquela região que faz fronteira com a Namíbia, pelo que abertura de cinco novos furos de água para pastos e para as populações afectadas impõe-se para evitar a morte do gado bovino e minimizar a procura do produto.

Relativamente às populações, avançou o controlo de 20 mil 641 habitantes afectados pela seca, uma vez que o fenómeno atingiu todo o município, onde destacam-se massanga, massambala e o milho, como culturas mais prejudicadas.

Sobre o programa de distribuição dos bens alimentares e não alimentares s recebidos para beneficiar as populações afectadas, o administrador referiu que será dada prioridade às municipalidades mais afectadas, incluindo o Calai.

- Publicidade -
- Publicidade -

Fernando João: “Perpetuar legado de Neto é responsabilidade colectiva”

Perpetuar o legado de Neto é uma responsabilidade colectiva que deve engajar todos os angolanos, sem excepção, afirmou o secretário de Estado da Juventude,...
- Publicidade -

Activistas detidos em Malanje em greve de fome contra a brutalidade policial

Os 10 activistas detidos na quinta-feira, 17, dia do Herói Nacional, em Calandula, na província angola de Malanje, estão em greve de fome há...

Cabo Verde: “Juízes imunes a toda essa pressão” no caso Alex Saab

O Conselho Superior de Magistratura Judicial garante que os juízes do Supremo Tribunal de Justiça que vão decidir sobre a extradição de Alex...

“A população tem mais medo da polícia do que da Covid-19”, diz activista angolano

A falta de preparação técnica para lidar com o público e actuar com profissionalismo em momentos de tensão é uma das razões apontadas como...

Notícias relacionadas

Fernando João: “Perpetuar legado de Neto é responsabilidade colectiva”

Perpetuar o legado de Neto é uma responsabilidade colectiva que deve engajar todos os angolanos, sem excepção, afirmou o secretário de Estado da Juventude,...

Activistas detidos em Malanje em greve de fome contra a brutalidade policial

Os 10 activistas detidos na quinta-feira, 17, dia do Herói Nacional, em Calandula, na província angola de Malanje, estão em greve de fome há...

Cabo Verde: “Juízes imunes a toda essa pressão” no caso Alex Saab

O Conselho Superior de Magistratura Judicial garante que os juízes do Supremo Tribunal de Justiça que vão decidir sobre a extradição de Alex...

“A população tem mais medo da polícia do que da Covid-19”, diz activista angolano

A falta de preparação técnica para lidar com o público e actuar com profissionalismo em momentos de tensão é uma das razões apontadas como...

Eleições no sul da Nigéria com dois rivais e pandemia em pano de fundo

A Nigéria organiza o seu primeiro escrutínio desde o início da pandemia de Covid-19, para eleger o novo governador do Estado de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.