Portal de Angola
Informação ao minuto

Invisível herói em exibição em Cannes

Cristele Alves Meira, realizadora luso-francesa, e o seu actor Duarte Pina em Cannes a 20 de Maio de 2019. (Cristele Alves Meira)

RFI | Miguel Martins

“Invisível herói” é uma curta metragem da franco-portuguesa Cristele Alves Meira projectada na Semana da crítica do Festival de cinema de Cannes. Nos arredores de Lisboa um homem cego está determinado em encontrar um amigo cabo-verdiano.

Duarte é um cinquentão cego e ávido de música, literatura e línguas estrangeiras.

A busca do seu amigo cabo-verdiano Leandro, perto da capital portuguesa, não o vai demover.

No intuito de lhe entregar o texto que escrevera Duarte vai fazer uma série de encontros que culminarão numa canção interpretada em conjunto com a sua nova amiga.

Uma música de Teófilo Chantre, cantor cabo-verdiano e compositor outrora para Cesária Évora.

Cristèle Alves Meira, cuja primeira curta metragem fora “Som e morabeza”, apesar de nascida nos arredores de Paris, realizou também “Born in Luanda”, nomeadamente.

Os ritmos angolanos do kuduro que pontuam também esta nova curta metragem de uma grande sensibilidade, da qual ela desvenda a génese e aborda igualmente o seu próximo projecto cinematográfico, desta vez uma longa metragem.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »