Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

ENDE esclarece contratos com Huawei e ZTE

Pedro Bila - O porta-voz da Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE) (DR)

A Empresa Nacional de Distribuição de Electricidade (ENDE, EP) esclareceu, nesta terça-feira, em Luanda, que os contratos para o fornecimento e instalação de contadores para consumo pré pago, a celebrar com as empresas Huawei e ZTE, não prevêem apenas a aquisição dos referidos equipamentos, mas, também a sua montagem nos pontos de consumo.

De acordo com a instituição, que reagia as informações “desencontradas” sobre a publicação dos Despachos Presidenciais 68 e 69/19 de 15 de Maio, em diferentes meios de comunicação, os contratos em causa incluem também custos acrescidos com a aquisição dos sistemas de gestão, com a reabilitação da rede de distribuição, instalação de 500 mil contadores de alta, média e baixa tensão (que inclui dois mil concentradores).

Os contratos em causa, segundo a ENDE, incluem ainda o fornecimento do módulo de comunicação, de materiais de instalação (cabos, caixas disjuntores de protecção), bem como serviços de instalação de contadores, transporte, seguro e armazenamento, configuração e implementação dos sistemas de vendas pré-pagamento e telecontagem, licença software HUAWEI EEM (HES), para 700 mil contadores inteligentes, implementação sistema HUAWEI EEM (HES), Hardware da infra-estrutura de rede, servidores e unidade de armazenamento de dados da plataforma de vending, pré pagamento e AMI, um conjunto de vídeo Wall de 3×6.

Fazem igualmente parte do pacote, o fornecimento e montagem de um laboratório de aferição de contadores e respectiva formação de toda tecnologia implantada, que configuram o sistema de contagem que se pretende instalar, a manutenção do Sistema HUAWEI EEM (HES), durante 3 anos, formação no Sistema HUAWEI EEM (HES) e a Licença Software CONLOG VENDING (ULTIMA PLUS), para 800 mil contadores pré pagos, não inteligentes.

Avança ter havido, apenas, insuficiência de dados nos dois Despachos Presidenciais, factor que levou à má interpretação, pressupondo, inclusive a ocorrência de sobrefacturação nos valores contratuais.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »