Portal de Angola
Informação ao minuto

Representantes da UE e Timor-Leste reúnem-se em Díli para intensificar cooperação

Vista aérea da cidade de Dili (DR)

RTP|Lusa

Representantes da UE e do Governo timorense concordaram hoje que alterações climáticas, segurança marítima, gestão dos bens públicos e desenvolvimento inclusivo e sustentável devem ser as bases do novo acordo de cooperação europeu com a Ásia e Pacífico.

Num encontro político em Díli, sublinharam ainda a importância da preparação para catástrofes, a gestão das pescas e dos oceanos e a paz e a segurança como elementos que devem ser considerados na negociação em curso para substituir o actual Acordo de Cooperação para o Desenvolvimento de Cotonu.

Um texto que, segundo a reunião de Díli, deverá “refletir as prioridades regionais e globais que interessam a Timor-Leste, à UE, à Ásia e às regiões do Pacífico”, refere um comunicado conjunto emitido hoje.

Este foi um dos temas em debate hoje no quinto diálogo político anual entre a UE e Timor-Leste, que decorre no âmbito do Acordo de Parceria África, Caraíbas e Pacífico (ACP) – UE (Cotonou), e que foi copresidido pelo ministro dos Negócios Estrangeiros timorense, Dionísio Babo Soares e pelo secretário-geral Adjunto do Serviço Europeu de Ação Externa (SEAE), Jean-Christophe Belliard.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »