Ensa
Portal de Angola
Informação ao minuto

Vice-chanceler austríaco renuncia após escândalo

(Reuters)

O vice-chanceler de extrema direita austríaco, Heinz-Christian Strache, anunciou neste sábado (18) sua renúncia após a revelação pela imprensa de um vídeo no qual promete à suposta sobrinha de um oligarca russo contratos públicos em troca de verbas para a campanha eleitoral, escreve a AFP.

Um dia depois de dois jornais alemães terem divulgado que o vice-chanceler austríaco e líder da extrema-direita, Heinz-Christian Strache, foi apanhado, por uma câmara oculta, a prometer a uma suposta sobrinha de um milionário russo a adjudicação de contratos públicos em troca de apoio financeiro, o ministro renunciou ao cargo.

“Apresentei ao chanceler Sebastian Kurz a demissão das minhas funções de vice-chanceler e ele aceitou”, disse Heinz-Christian Strache numa conferência de imprensa, assumindo que cometeu “um erro” que não quer que sirva de “pretexto para minar a coligação”.

Heinz-Christian Strache, líder do partido de extrema-direita FPÖ e número dois do governo austríaco, formou Governo com o chanceler conservador Sebastian Kurz em dezembro de 2017. Anunciou a demissão este sábado, numa declaração onde garantiu estar de saída apenas para “evitar mais danos ao Governo” e alegou ter sido “vítima de um ataque político direcionado”, através da utilização de meios ilegais.

Durante a mesma declaração, anunciou que o ministro dos Transportes, Norbert Hofer, irá substituí-lo.

As filmagens divulgadas esta sexta-feira terão sido gravadas alguns meses antes das eleições legislativas austríacas de 2017.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »