- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil Moradores estão em pânico após anúncio sobre risco de rompimento da barragem...

Moradores estão em pânico após anúncio sobre risco de rompimento da barragem da Vale

O Comitê Nacional em Defesa dos Territórios frente à Mineração divulgou uma nota nesta sexta-feira e alertou que os moradores de Barão de Cocais (MG) estão “em pânico” com a falta de informação sobre os riscos de rompimento da barragem de mineração Sul Superior, da Mina de Gongo Soco, operada pela mineradora Vale, informou Agência Brasil.

“As últimas 48 horas têm sido de terror na região de Barão de Cocais. A falta de informações concretas detalhadas e propostas de segurança deixaram a população em pânico”, alertou a nota, citada pela Sputnik.

Nesta quinta-feira, a Vale revelou que o rompimento da barragem poderá ocorrer entre os dias 19 e 25 de maio.
A população teme que a ruptura do talude provoque um abalo sísmico e o colapso da Barragem Sul Superior, do complexo Gongo Soco, em Barão de Cocais.

“Desde que as barragens foram colocadas em estado de alerta, a Vale afirma que vem monitoramento constantemente as condições de risco de seus complexos. Depois do rompimento da Barragem I, muito se falou que barragens não rompem de uma hora para a outra, mas que dão sinais de que problemas estão acontecendo”.

“Dada essa situação, a Vale precisa esclarecer porque somente foi informar às autoridades da situação da mina Gongo Soco quando o talude já se movimentava a uma velocidade de 4 centímetros por dia e quando não havia nada a fazer para evitar seu deslizamento e, consequentemente, criar uma situação desproporcional de risco de liquefação da barragem Sul Superior”, questionou o Comitê.

O Comitê Nacional em Defesa dos Territórios frente à Mineração é uma rede formada por mais de 110 organizações e movimentos sociais, sindicatos de trabalhadores, grupos de pesquisa, igrejas, movimentos indigenistas, organizações quilombolas, associações de pescadores e diversas comunidades ribeirinhas e de povos tradicionais, informou Agência Brasil.

- Publicidade -
- Publicidade -

Irão apresenta novo míssil balístico naval com alcance de mais de 700 quilómetros

O novo míssil, chamado Zolfaqar Basir, foi apresentado neste domingo (27) pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês). O míssil...
- Publicidade -

João Lourenço: Três anos de governação em Angola e vários “tiros no pé”

Recuo na implementação das autarquias, incumprimento da promessa dos 500 mil empregos e da formação de Governo inclusivo, são algumas críticas apontadas ao Presidente...

Perito sugere reestruturação das Forças Armadas de Moçambique

O especialista em segurança Énio Chingotuane alerta que Moçambique reagiu tarde ao terrorismo. Por isso, defende a reestruturação profunda das Forças Armadas, mais investimento...

Covid-19: Analistas antecipam impacto desfavorável a JLo nas eleições de 2022

Analistas apontam impacto da Covid-19 como um dos constrangimentos que agravaram o mandato de João Lourenço, enquanto Chefe de Estado, marcado por exonerações, nomeações...

Notícias relacionadas

Irão apresenta novo míssil balístico naval com alcance de mais de 700 quilómetros

O novo míssil, chamado Zolfaqar Basir, foi apresentado neste domingo (27) pelo Corpo de Guardiões da Revolução Islâmica (IRGC, na sigla em inglês). O míssil...

João Lourenço: Três anos de governação em Angola e vários “tiros no pé”

Recuo na implementação das autarquias, incumprimento da promessa dos 500 mil empregos e da formação de Governo inclusivo, são algumas críticas apontadas ao Presidente...

Perito sugere reestruturação das Forças Armadas de Moçambique

O especialista em segurança Énio Chingotuane alerta que Moçambique reagiu tarde ao terrorismo. Por isso, defende a reestruturação profunda das Forças Armadas, mais investimento...

Covid-19: Analistas antecipam impacto desfavorável a JLo nas eleições de 2022

Analistas apontam impacto da Covid-19 como um dos constrangimentos que agravaram o mandato de João Lourenço, enquanto Chefe de Estado, marcado por exonerações, nomeações...

Três anos de Governo de JLo: Jovens mostram descontentamento nas ruas – MPLA denuncia campanhas de intoxicação

João Lourenço entra no seu 4º e último ano de mandato com o descontentamento social como uma das marcas deixadas neste período de governação...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.