Portal de Angola
Informação ao minuto

Vinte e dois cidadãos internados por suposta intoxicação alimentar

Pacientes internados no Hospital Provincial (Foto: Diniz Simão)

Vinte e dois cidadãos que estiveram quarta-feira no acto político, na aldeia de Cahili, comuna da Calima, 74 quilómetros da cidade do Huambo, estão internados em algumas unidades hospitalares da província, após apresentarem sintomas de intoxicação alimentar.

Uma nota da administração comunal da Calima enviada hoje, sexta-feira, à ANGOP, refere que 18, dos 22 doentes estão a ser tratados no centro de saúde da comuna do Cuima, no município da Caála, enquanto outros quatro, entre eles um menor de cinco anos, foram transferidos ao Hospital Central do Huambo.

Entretanto, as autoridades locais suspeitam de que os cidadãos em causa tenham ingerido, de depois da actividade, Quissangua (bebida típica da região), cuja farinha de milho utilizada na sua confecção do líquido continha elementos químicos para a sua conservação.

Em declarações à ANGOP, a chefe do banco de urgência do Hospital Central do Huambo, Berta Jolomba, confirmou o internamento de quatro doentes por intoxicação alimentar, descartando, deste modo, qualquer possibilidade de envenenamento, tendo em conta o estado clínico que apresentam.

Acrescentou que os pacientes estão estáveis e não correm nenhum perigo de saúde, devendo três deles receber alta nas próximas horas.

Em Janeiro deste ano, 194 cidadãos que participaram num almoço, após uma cerimónia fúnebre, na localidade de Correia, bairro do Cambiote, arredores da cidade do Huambo, internaram pelas mesmas razões sem qualquer vítima mortal.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »