- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Política HRW denuncia abusos policiais contra activista angolano e pede investigação

HRW denuncia abusos policiais contra activista angolano e pede investigação

VOA

A Human Rights Watch (HRW) apelou às autoridades angolanas a que investiguem suspeitas de abusos policiais na detenção de Hitler “Samussuku” Tshikonde, um dos 17 activistas detidos em 2015 e acusados de tentativa de golpe de Estado.

Em nota colocada na página da organização de defesa dos direitos humanos nesta sexta-feira, 17, a subdirectora para África da HRW, Ida Sawyer, escreve que “os maus tratos da polícia angolana a ‘Samussuku’ Tshikonde foram ilegais e um sinal de que o Governo não tolerará dissidências pacíficas”, e defendeu que “a conduta dos polícias deve ser investigada e os envolvidos responsabilizados”

Hitler Samussuku, como é conhecido, foi detido a 10 de Maio, em Luanda, por seis polícias à paisana que o “enfiaram num carro não identificado, tendo-o o mantido preso durante 72 horas sem acusação ou acesso a um advogado”.

Como a VOA informou na altura, o activista foi colocado em liberdade na segunda-feira, 13, com a recomendação de estar disponível para falar com as autoridades num processo em que ele é acusado de ultraje ao Presidente da República num vídeo publicado nas redes sociais no qual Samussuku adverte João Lourenço para as prisões de activistas, “as nossas tropas”, lembrando que eles enfrentaram José Eduardo dos Santos, enquanto Lourenço, segundo suas palavras, “não é nada”.

Hitler referia-se à prisão, nas duas últimas semanas, de outros dois membros do grupo dos 17, Arante Kivuvu e Benedito Jeremias, conhecido por “Dito Dali”.

Kivuvu foi preso por participar numa manifestação no Talatona contra a ocupação ilegal de terrenos de uma família do Kwanza Sul, enquanto “Dito Dali” foi detido por ter acusado um comandante da polícia de ter detido o colega Kivuvu, para subir de patente.

- Publicidade -
- Publicidade -

Governo projecta 20 pontes no Alto-Zambeze

Vinte pontes metálicas serão construídas nos próximos tempos no município do Alto-Zambeze, província do Moxico, para permitir a circulação de pessoas e bens na...
- Publicidade -

Linha “SOS-Criança” regista mais de duzentas mil denúncias

A linha “SOS-Criança”, para denúncia de casos de violação dos direitos dos menores, registou em todo o país, no período de 16 de Junho...

Violência regressa às ruas de Louisville depois da justiça não acusar polícias na morte de Breonna Taylor

Mais uma noite violenta na cidade americana de Louisville, no Estado de Kentucky, com dezenas pessoas detidas e dois polícias baleados, depois de um...

“Ordem Moral” de Mário Barroso, estreia em França a 30 de Setembro

"Ordem Moral" é a quarta longa-metragem de Mário Barroso, e conta a história verídica, mas ficcionada, de "uma mulher livre" Adelaide Coelho da Cunha,...

Notícias relacionadas

Governo projecta 20 pontes no Alto-Zambeze

Vinte pontes metálicas serão construídas nos próximos tempos no município do Alto-Zambeze, província do Moxico, para permitir a circulação de pessoas e bens na...

Linha “SOS-Criança” regista mais de duzentas mil denúncias

A linha “SOS-Criança”, para denúncia de casos de violação dos direitos dos menores, registou em todo o país, no período de 16 de Junho...

Violência regressa às ruas de Louisville depois da justiça não acusar polícias na morte de Breonna Taylor

Mais uma noite violenta na cidade americana de Louisville, no Estado de Kentucky, com dezenas pessoas detidas e dois polícias baleados, depois de um...

“Ordem Moral” de Mário Barroso, estreia em França a 30 de Setembro

"Ordem Moral" é a quarta longa-metragem de Mário Barroso, e conta a história verídica, mas ficcionada, de "uma mulher livre" Adelaide Coelho da Cunha,...

Putin tem nomeação enviada ao Prémio Nobel da Paz

O escritor russo Sergei Komkov afirmou ter enviado um pedido de nomeação de Putin para o Prémio Nobel da Paz de 10 de Setembro...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.