Portal de Angola
Informação ao minuto

MPLA quer apetrecho do bloco operatório do hospital de Caluquembe

Hospital municipal de Caluquembe [JAImagens]

Os membros do Comité Provincial do MPLA da Huíla exortaram hoje, quarta-feira, na cidade do Lubango, ao governo local no sentido de mobilizar recursos financeiros para o apetrechamento do bloco operatório do hospital central do município de Caluquembe.

Esse pretensão, refere Angop, foi manifestada através do comunicado final da VI reunião ordinária do Comité Provincial do MPLA da Huíla, que teve o objectivo de fazer o balanço das actividades desenvolvidas em 2018, aprovar as pré-candidaturas a membros do comité central e os membros do comité provincial do partido na região, bem como analisar o plano de actividades para o ano de 2019.

O hospital foi construído em 2016 com uma verba disponibilizada pela Presidência da República, orçadas em 123 milhões de kwanzas.

Os participantes recomendaram ainda ao Governo Provincial da Huíla a prosseguir com os estudos relativos à exploração das fontes de energias renováveis, para reduzir os custos financeiros aplicados para o funcionamento de centrais térmicas instaladas em certas administrações municipais.

Os delegados solicitaram também ao Governo da Provincial da Huíla e ao Executivo a encontrar soluções definitivas para a problemática da seca que atinge a região, com o aproveitamento racional dos cursos de águas.

Participaram do evento membros da Comissão Executiva do Comité Provincial do MPLA da Huíla e o coordenador do grupo de acompanhamento à região, o secretário do BP do partido para Organização e Inserção na Sociedade, Jorge Dombolo.

Uíge

O Comité provincial do MPLA do Uíge, reunido na VI sessão ordinária, hoje, quarta-feira, recomendou ao Governo central para trabalhar mais no sentido de apoiar as vítimas da seca do sul de Angola, principalmente nas regiões do Cunene e da Huíla.

De acordo com o documento final da reunião, esta posição surge em solidariedade para com os angolanos vítimas da seca, que está a provocar carência alimentar, morte do gado, doenças entre outros danos à população das regiões atingidas pela estiagem.

Os delegados consideraram positivo as actividades realizadas pelo MPLA na província do Uíge no período de Novembro 2018 a Abril de 2019.

Apelaram a participação activa e maior dedicação dos militantes nas tarefas preconizadas pelo partido e o cumprimento dos deveres definidos pelos seus estatutos, para melhor cumprimento do programa MPLA, que prepara-se para as eleições autárquicas de 2020.

Disseram que o programa de combate à corrupção, nepotismo, bajulação e impunidade, é desafio a ser cumprido por todos os militantes do MPLA de formas a melhorar a qualidade de vida da população.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »