- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Turquia nega-se a libertar funcionário consular dos EUA

Turquia nega-se a libertar funcionário consular dos EUA

Nesta quarta-feira (15), um tribunal da Turquia recusou-se a libertar um funcionário do consulado dos Estados Unidos em Istambul acusado de espionagem, informa a Sputnik.

Metin Topuz, um tradutor turco da Agência de Combate às Drogas (DEA, sigla em inglês) no consulado dos EUA continuará preso até a sua próxima audiência, a 28 de Junho, segundo informou um de seus advogados à agência Reuters. O turco está detido desde 2017.

Topuz é um entre três funcionários consulares dos EUA acusados criminalmente no país. Os casos tem aumentado a tensão dentro da OTAN.

A relação entre Turquia e EUA segue tensa, tendo em vista que Ancara está sob ameaça de sanções devido à compra de sistemas de defesa russos, os S-400. Além disso, os países têm divergido quanto a outras questões, como a guerra da Síria e a recusa dos EUA em extraditar o clérigo turco Fethullah Gulen, acusado de uma tentativa de golpe contra o governo do presidente turco Recep Tayyip Erdogan.

Topuz está a ser julgado por acusações de espionagem e laços com a rede de Gulen. Os EUA defendem a que o funcionário consular é inocente.

A acusação acredita que Topuz esteve em constante contacto com funcionários que lideraram uma investigação contra a corrupção em 2013 na Turquia. O governo descreve essa acção como uma “tentativa de golpe judicial” orquestrada por pessoas ligadas a Gulen. Topuz nega as acusações.

Um outro funcionário consular foi libertado em Março após receber as mesmas acusações. Um terceiro funcionário também teve a sua liberdade concedida em Janeiro, após ter sido considerado culpado por acusações de terrorismo.

Em 2016 a Turquia sofreu uma tentativa de golpe militar mal-sucedido. Desde que deteve o golpe, o governo turco prendeu cerca de 160 mil pessoas por suspeitas de ligações com o a tentativa de golpe, de acordo com o escritório de direitos humanos da ONU.

- Publicidade -
- Publicidade -

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...
- Publicidade -

Médico recomenda retoma responsável aos treinos

A retoma aos treinos desportivos federados, a partir deste sábado, conforme decreto presidencial, deve ser feita de forma responsável, sob o risco de desvalorização...

Ministério dos Transportes substitui Viação e Trânsito na emissão de cartas de condução

O Ministério dos Transportes (Mintrans) é o novo órgão responsável pela emissão de cartas de condução no país, acção que vinha sendo feita pela...

País espera poupar USD 6 mil milhões em negociação da dívida

Angola espera poupar seis mil milhões de dólares, até Junho de 2023, em negociações da dívida pública com credores dentro e fora do G20,...

Notícias relacionadas

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...

Médico recomenda retoma responsável aos treinos

A retoma aos treinos desportivos federados, a partir deste sábado, conforme decreto presidencial, deve ser feita de forma responsável, sob o risco de desvalorização...

Ministério dos Transportes substitui Viação e Trânsito na emissão de cartas de condução

O Ministério dos Transportes (Mintrans) é o novo órgão responsável pela emissão de cartas de condução no país, acção que vinha sendo feita pela...

País espera poupar USD 6 mil milhões em negociação da dívida

Angola espera poupar seis mil milhões de dólares, até Junho de 2023, em negociações da dívida pública com credores dentro e fora do G20,...

Caso 900 milhões: Irene Neto, filha de Agostinho Neto, com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.