Portal de Angola
Informação ao minuto

Protecção civil catologa duas mil famílias em zonas de risco

Zona de riscos em Mbanza Kongo no Zaire (DR)

Duas mil famílias vivem nas encostas e linhas de passagem de águas pluviais no município de Mbanza Kongo, província do Zaire, informou, nesta quarta-feira, o Serviço de Protecção Civil e Bombeiros(SPCB).

Em nota enviada à Angop, este órgão afecto ao Ministério do Interior refere que para inverter este quadro considerado “uma autêntica ameaça à vida humana” têm sido desenvolvidas campanhas de sensibilização junto das populações residentes em zonas de risco para as abandonarem.

Segundo ainda o documento, os bairros Sagrada Esperança (zonas da Santa e de Madungu), 4 de Fevereiro e Martins Kiditu são os mais afectados, por terem sido catalogadas 33 ravinas de médias e pequenas dimensões e 40 linhas de passagem de águas pluviais.

De acordo com a instituição, 540 famílias foram desalojadas em Abril último nos municípios de Mbanza Kongo, Nzeto e Cuimba em consequência das fortes chuvas que se abateram nessas localidades.

As intempéries destruíram 90 residências e uma igreja, bem como provocaram ferimentos ligeiros a três cidadãos.

A sede municipal de Mbanza Kongo tem uma população estimada em 155 mil e 174 habitantes distribuídos pelos bairros Sagrada Esperança, 11 de Novembro, Álvaro Buta, 4 de Fevereiro e Martins Kiditu.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »