Portal de Angola
Informação ao minuto

Professores demitidos em escândalo de certificados na Universidade do Uíge

Cidade do Uíge (DR)

VOA | Moniz Francisco

Um escândalo sobre falsos certificados de habilitações está a abalar a Universidade Kimpavita no Uíge de onde foram já demitidos vários professores.

O chefe do gabinete de informação e documentação da Universidade Kimpavita Augusto Lunganga disse hoje que cinco docentes foram censurados e 17 outros foram demitidos porque não conseguiram provar que as declarações do estudo deles são verdadeiras”.

Lunganga sublinhou que esses docentes têm o direito ao recurso.

O docente universitário e ex-governador do Uíge Lazaro Xixima um dos docentes lesados, chamou de ilegal o processo de demissão dos docentes na universidade Kimpavita por não ser da competência do reitor as respectivas exonerações.

Xixima disse que quem admite ou demite é o governador ou o ministro .

“Nenhum director provincial tem essa competência mas, se fosse o governador ou ministro seria da cobertura legal”, disse.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »