- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Brasil STF dá prazo de 5 dias para Bolsonaro explicar decreto das armas

STF dá prazo de 5 dias para Bolsonaro explicar decreto das armas

A ministra do Supremo Tribunal Federal (STF), Rosa Weber, determinou um prazo de cinco dias para que o presidente da República, Jair Bolsonaro, explique o decreto que facilita o porte de armas.

De acordo com a Sputnik, o mesmo prazo foi definido para que o Ministério da Justiça, comandado por Sergio Moro, justifique o decreto.

Rosa Weber é relatora de ação protocolada pela Rede, que alega que a ampliação do porte de armas por decreto, assinado por Jair Bolsonaro, vai contra o Estatuto do Desarmamento.

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, assinou no dia 7 de maio um novo decreto que flexibiliza a posse e o uso de armas de fogo e munições pelos atiradores esportivos, colecionadores e caçadores, os chamados CAC.

O decreto facilita o porte de arma para um conjunto de profissões, como advogados, caminhoneiros, jornalistas que trabalham em cobertura policial e políticos eleitos – desde o presidente da República até vereadores. O texto também exclui a obrigatoriedade de se provar real necessidade que justifique o porte (circular publicamente armado).

A flexibilização da posse e do porte de armas foi uma das principais promessas de campanha do agora presidente Bolsonaro, que sempre defendeu a medida como uma forma de aumentar a segurança do chamado cidadão de bem. Muitos especialistas, no entanto, afirmam que quanto mais armas estiverem em circulação maiores serão os índices de acidentes e de crimes violentos cometidos.

- Publicidade -
- Publicidade -

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...
- Publicidade -

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Notícias relacionadas

FinCEN Files: Investigação revela como bancos facilitaram transferências de biliões para criminosos

Fuga de informação de mais de dois mil relatórios enviados por bancos ao Governo dos EUA apontam para transferências bancárias de 1,7 biliões de...

SIC confirma retirada de canais em Angola

Os canais da SIC vão deixar de ser emitidos pela DStv em Angola a 15 de outubro de 2020, anunciou a plataforma, em mensagem...

Grandes bancos continuam a facilitar branqueamento de capitais, diz investigação do ICIJ

Uma análise a documentos confidenciais produzidos por vários bancos nos Estados Unidos e enviados à agência federal FinCEN mostram como grandes bancos facilitaram o...

Justiça manda encerrar todos os templos da IURD em Angola

IURD em Angola declarou-se, domingo. "surpresa" com a ordem de encerramento de quatro dos seus templos durante o culto. A justiça angolana ordenou o encerramento...

Isabel dos Santos e Sindika Dokolo envolvidos em investigação internacional aos grandes bancos

Numa nova investigação do Consórcio Internacional de Jornalistas, a filha do ex-presidente de Angola é alvo de dois relatórios sobre atividades suspeitas, ambos de...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.