- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Destaques Funcionária bancária morta a tiro pelo marido

Funcionária bancária morta a tiro pelo marido

A bancária Neusa Andrade, 42 anos, de nacionalidade cabo-verdiana, foi morta a tiro, na quarta-feira, por volta das 16 horas, na Vida Pacífica, distrito do Zango, município de Viana, em Luanda, supostamente pelo marido por prováveis razões passionais.

A vítima foi alvejada na cabeça com um disparo de pistola, no interior do apartamento onde vivia. O acusado, António Castro Lemos,
48 anos, tentou suicidar-se com um tiro no pescoço.

Esteve a receber assistência médica numa das unidades hospitalares, sob custódia das autoridades policiais, onde acabou por falecer ontem por volta das 16 horas.

O porta-voz do Serviço de Investigação Criminal (SIC), superintendente Fernando de Carvalho, disse ao Jornal de Angola que Neusa Andrade, funcionária do Banco BIC no Talatona, antes de ser morta foi vítima de agressão física.

Fernando de Carvalho explicou que houve desentendimento entre o casal, o que motivou o esposo a disparar contra a esposa. Depois
de ver a vítima estendida tentou, também, o suicídio. A bala entrou pela garganta e saiu pela orelha.

António Castro Manuel era empreiteiro de construção civil e vivia com a esposa há mais de 17 anos. Têm um filho adoptivo. O corpo de Neusa Andrade encontra-se na morgue da Clínica Girassol.

Vitória Sampaio, empregada doméstica do casal, que testemunhou a morte da patroa, estava visivelmente abatida com o sucedido.

Explicou ao Jornal de Angola que o patrão pediu à vítima para preparar o filho e logo a seguir houve um desentendimento entre
o casal, o que motivou o patrão a partir para actos de violência.

Com receio, Verónica e a bebé refugiaram-se num dos quartos e, minutos depois, ouviu um disparo de arma de fogo. Quando saiu encontrou a patroa estendida no chão a sangrar pela cabeça.

Disse que Neusa ainda gritou por socorro, mas nada podia fazer, uma vez que o patrão estava com a pistola na mão.

Verónica Sampaio, 43 anos, trabalhava em casa do casal há dois anos. A mesma considerou a malograda uma pessoa calma e respeitosa; Já o patrão, era de muitas palavras, mas lembra que ambos eram boas gente e que dificilmente discutiam.

- Publicidade -
- Publicidade -

Caso 900 milhões: Irene Neto com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...
- Publicidade -

Cidadão mata amigo após desentendimento

Uma briga entre amigos resultou na morte, com bloco de construção civil, de um adolescente de 17 anos de idade, praticado por outro já...

Por causa de fumaça de queimadas, avião de Bolsonaro arremete em Mato Grosso

O presidente Jair Bolsonaro disse que o avião em que estava precisou arremeter ao tentar pousar em Sinop, no Mato Grosso, devido à falta...

RTP homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity (Vídeo)

Em vida eram presenças assíduas nos programas de entretenimento da RTP, radiotelevisão portuguesa. O programa Conversas ao Sul lembrou-se disso e fez publicamente uma...

Notícias relacionadas

Caso 900 milhões: Irene Neto com contas congeladas e bens apreendidos em Angola

A Procuradoria-Geral da República (PGR) confirmou hoje ao Novo Jornal que as contas de Irene Neto, filha do primeiro Presidente de Angola, Agostinho Neto,...

Cidadão mata amigo após desentendimento

Uma briga entre amigos resultou na morte, com bloco de construção civil, de um adolescente de 17 anos de idade, praticado por outro já...

Por causa de fumaça de queimadas, avião de Bolsonaro arremete em Mato Grosso

O presidente Jair Bolsonaro disse que o avião em que estava precisou arremeter ao tentar pousar em Sinop, no Mato Grosso, devido à falta...

RTP homenageia Waldemar Bastos e Carlos Burity (Vídeo)

Em vida eram presenças assíduas nos programas de entretenimento da RTP, radiotelevisão portuguesa. O programa Conversas ao Sul lembrou-se disso e fez publicamente uma...

Alberto Neto: Adiamento das autárquicas em Angola é “estratégia” do MPLA

Segundo Alberto Neto, líder do Partido Democrático Angolano, ilegalizado em 2013, o MPLA sabe que não ganharia a 100% em todos os municípios. Por...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.