- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo EUA Chelsea Manning sai em liberdade após dois meses de prisão

Chelsea Manning sai em liberdade após dois meses de prisão

A antiga militar norte-americana Chelsea Manning foi libertada nesta quinta-feira, dois meses depois de ter sido detida por recusar testemunhar num caso contra a WikiLeaks, noticiou a agência Associated Press.

De acordo com a Lusa, Manning passou 62 dias num centro de detenção na cidade de Alexandria, no estado norte-americano da Virginia, sob acusações de desobediência depois de ter recusado testemunhar perante um grande júri que investiga a WikiLeaks.

“O mandato do grande júri expirou hoje [quinta-feira], e assim, após 62 dias (…) Chelsea foi libertada”, refere um comunicado publicado na conta do twitter da antiga analista militar, assinado pelos advogados.

A defesa teme, no entanto, que a liberdade seja de curta duração. Manning já recebeu nova intimação judicial para testemunhar daqui a uma semana, no próximo dia 16, mas os advogados garantem que a posição da antiga militar não irá mudar.

“Chelsea vai continuar a recusar testemunhar e usará toda a defesa legal disponível para provar (…) que a sua recusa tem justa causa”, lê-se na mesma nota.

Condenada em 2013 a 35 anos de prisão por remeter mais de 700 mil documentos confidenciais para a Wikileaks sobre as guerras no Iraque e Afeganistão, a militar transexual, que antes se chamava Bradley Manning, passou sete anos encarcerada, antes da pena ter sido comutada pelo então Presidente Barack Obama.

- Publicidade -
- Publicidade -

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...
- Publicidade -

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Notícias relacionadas

[Análise] Como estão os líderes empresariais africanos a lidar com a crise do coronavírus?

Pessimismo no futuro imediato, mas confiança no futuro do continente a longo prazo: esta é a conclusão da segunda edição do barómetro sobre o...

China garante que OMS deu aval ao uso de vacinas que ainda estão em estudo

As autoridades chinesas dizem que a Organização Mundial da Saúde deu apoio e aceitou a administração de vacinas experimentais que estão a ser desenvolvidas...

Covid-19: Grupo de 34 reclusos infetados foge de prisão no Brasil

Um grupo de 34 presos, infetados com covid-19, fugiu esta terça-feira através de um túnel de uma prisão no Brasil, com graves problemas de...

Zimbabwe aceita devolver terras a fazendeiros brancos

O Governo zimbabweano está a elaborar um plano para possibilitar a devolução, a milhares de fazendeiros brancos, das terras que lhes foram violentamente retiradas...

Inacom e parceiros criam plataforma de diálogo

O Instituto Angolano das Comunicações (INACOM), as operadoras e as associações dos consumidores, decidiram, a partir desta quinta-feira, em Luanda, a criação de uma...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.