- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono S. Tomé e Príncipe São Tomé e Príncipe e Congo querem cooperar em áreas como agricultura...

São Tomé e Príncipe e Congo querem cooperar em áreas como agricultura e pescas

DN|Lusa

São Tomé e Príncipe e a República do Congo vão cooperar nos domínios da agricultura, pecuária, florestas e pescas, segundo um acordo assinado entre os governos dos dois países, anunciado hoje.

Segundo fonte do executivo são-tomense, o documento foi rubricado pelo ministro da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, Francisco Ramos, e pelo seu homólogo congolês, Henri Djombo, que concluiu uma visita de trabalho de quatro dias ao país.

“Encontrámos pontos comuns em agricultura, pecuária, pesca, aquacultura e florestas e fizemos também uma ligação com o setor do comércio, que jogará um papel fundamental neste acordo”, disse Francisco Ramos.

No âmbito da agricultura, o documento estabelece a partilha de informações no domínio da investigação e desenvolvimento, intercâmbio de peritos nas áreas da agricultura, particularmente na caracterização vegetal, luta contra doença das culturas e fornecimento de material genético de qualidade e a formação e assistência técnica.

“Hoje São Tomé e Príncipe é considerado pelas técnicas modernas da produção de cacau e sua transformação e o Congo vai aproveitar também dessa nossa experiência para desenvolver a sua cultura de cacau”, explicou o governante.

Outro aspeto assente entre as duas partes é o fornecimento pelo Congo de área e madeiras para a construção civil em São Tomé e Príncipe.

“Atualmente temos uma forte pressão nas nossas florestas, as pessoas que vivem deste negócio estão a invadir as florestas virgens e protegidas e o Governo precisa de encontrar solução para esses problemas, por isso pretendemos comercializar madeiras de Congo para São Tomé e Príncipe”, explicou o titular da Agricultura.

No domínio das pescas, dois países acertaram a autorização de pescas na zona económica exclusiva de acordo com a legislação em vigor em ambos os países. Serão igualmente reforçados o controlo de vigilância marítima na região através das declarações das licenças emitidas aos navios.

Os dois países mantem relações de cooperação há vários anos que, entretanto, nunca funcionaram, prometendo os dois governos “fazer uma reviravolta” nesse sentido.

“Geralmente nós assinamos e esquecemos de fazer o seu seguimento, por isso já criamos uma comissão de seguimento e já estamos a delinear as estratégias para a sua rápida implementação”, explicou Francisco Ramos.

- Publicidade -
- Publicidade -

Faz 20 anos que José Mourinho se estreou no banco de suplentes como treinador principal

Treinador português conquistou até agora 25 títulos, entre eles duas ligas dos campeões e duas ligas europas. Faz esta quarta-feira 20 anos desde que José...
- Publicidade -

Ministro rejeita ‘herdar’ inquérito de Bolsonaro

Responsável pela decisão que paralisou a investigação sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)...

Manuel Nunes Júnior: “Ajustamento cambial é medida de grande alcance”

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, considerou o ajustamento do mercado cambial como uma medida de grande alcance, que...

Covid-19: Pandemia atinge Academia do Exército

Sete cadetes da Academia Militar do Exército, localizada no município do Lobito, testaram positivo ao coronavírus, nos últimos quatro dias. A província de Benguela tem...

Notícias relacionadas

Faz 20 anos que José Mourinho se estreou no banco de suplentes como treinador principal

Treinador português conquistou até agora 25 títulos, entre eles duas ligas dos campeões e duas ligas europas. Faz esta quarta-feira 20 anos desde que José...

Ministro rejeita ‘herdar’ inquérito de Bolsonaro

Responsável pela decisão que paralisou a investigação sobre suposta interferência do presidente Jair Bolsonaro na Polícia Federal, o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF)...

Manuel Nunes Júnior: “Ajustamento cambial é medida de grande alcance”

O ministro de Estado para a Coordenação Económica, Manuel Nunes Júnior, considerou o ajustamento do mercado cambial como uma medida de grande alcance, que...

Covid-19: Pandemia atinge Academia do Exército

Sete cadetes da Academia Militar do Exército, localizada no município do Lobito, testaram positivo ao coronavírus, nos últimos quatro dias. A província de Benguela tem...

Junta militar do Mali apela CEDEAO a levantar as sanções

À margem das cerimónias hoje dos 60 anos da independência do Mali, o coronel Assimi Goïta, chefe da junta militar que derrubou há um...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.