- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Mundo Lusófono Moçambique Novo relatório de avaliação mostra preocupação com a corrupção em Moçambique

Novo relatório de avaliação mostra preocupação com a corrupção em Moçambique

VOA | William Mapote

O relatório do Mecanismo Africano de Revisão de Pares (MARP) diz que Moçambique teve avanços em áreas como o diálogo político, a busca da paz efectiva e promoção de direitos e serviços básicos, mas mostra preocupação com os índices de corrupção.

O relatório que avalia os últimos 10 anos de governação, marcados, entre outros pelo escândalo das dívidas ocultas, desemprego e fraca prestação de serviços públicos

“A corrupção está a minar todo o tecido social, desde o mais pequeno núcleo da sociedade até ao mais alto nível da governação,” explicou o Presidente do Fórum Nacional do MARP, Professor Lourenço do Rosário, à margem do lançamento oficial do segundo relatório.

O reputado académico sublinhou que “não se pode apenas combater a corrupção com medidas administrativas e punitivas. Pode-se meter um governo inteiro na prisão, a corrupção não passa, isso é uma constatação efectiva”, disse o académico.

- Publicidade -
- Publicidade -

Angola: Onde estão os sindicatos no novo conselho de João Lourenço?

Convidado a integrar o novo Conselho Económico e Social de João Lourenço, o economista Carlos Rosado de Carvalho diz-se "surpreendido" com o número de...
- Publicidade -

Bancos africanos são vítimas do ‘rating’ dos países em que operam, diz Moddy’s

Em causa os efeitos e dificuldades resultantes da pandemia de covid-19. A agência de notação financeira Moody's alertou que a análise sobre a qualidade de...

Angola: “Liberdade, Justiça, Emprego, Educação”, pedem manifestantes

Centenas de angolanos saíram à rua para mostrar a sua insatisfação com o Governo e exigir mais empregos. Foi a segunda manifestação em Luanda...

Cardeal italiano demitido de Vaticano por suspeitas de desvio de fundos

O italiano Angelo Becciu, tido a data como um dos cardeais mais influentes do Vaticno, foi obrigado a renunciar ao seu cargo, devido à...

Notícias relacionadas

Angola: Onde estão os sindicatos no novo conselho de João Lourenço?

Convidado a integrar o novo Conselho Económico e Social de João Lourenço, o economista Carlos Rosado de Carvalho diz-se "surpreendido" com o número de...

Bancos africanos são vítimas do ‘rating’ dos países em que operam, diz Moddy’s

Em causa os efeitos e dificuldades resultantes da pandemia de covid-19. A agência de notação financeira Moody's alertou que a análise sobre a qualidade de...

Angola: “Liberdade, Justiça, Emprego, Educação”, pedem manifestantes

Centenas de angolanos saíram à rua para mostrar a sua insatisfação com o Governo e exigir mais empregos. Foi a segunda manifestação em Luanda...

Cardeal italiano demitido de Vaticano por suspeitas de desvio de fundos

O italiano Angelo Becciu, tido a data como um dos cardeais mais influentes do Vaticno, foi obrigado a renunciar ao seu cargo, devido à...

Mali: Presidente e vice-presidente de transição já tomaram posse

Esta sexta-feira, no Mali, vão tomar posse o novo presidente de transição, o general na reserva Bah N’Daw, e o novo-vice-presidente, o coronel Assimi...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.