- Publicidade-
Smooth Jazz Rádio Calema
Inicio Economia Angola participa no Fórum de Energia de África em Lisboa

Angola participa no Fórum de Energia de África em Lisboa

O Fórum de Energia de África vai acolher em Lisboa cerca de três mil participantes, contando com vários ministros da Energia de países lusófonos, entre os quais o ministro da Energia e Águas de Angola, João Baptista Borges, informa a Angop.

De acordo com um comunicado da EnergyNet, a empresa organizadora, no encontro, que decorre em Lisboa de 11 a 14 de Junho, será apresentado, pelo primeiro-ministro de Portugal, António Costa, o processo de concurso para 1,35 GigaWatts (para 2019) e 700 MegaWatts (para o início de 2020) de projectos fotovoltaicos” no país.

Segundo o site ” O Observador”, o fórum, que regressa à Europa, depois da realização do encontro, no ano passado, nas Ilhas Maurícias, bate um recorde de 18 ministros de vários países, bem como vários secretários de Estado e altos dirigentes de vários ministérios e inúmeros investidores do sector, já confirmaram a sua participação na edição deste ano do Fórum de Energia de África.

Citado no comunicado, o director-geral do evento, Simon Gosling, afirmou que a ideia de realizar o Fórum em Lisboa “foi calorosamente acolhida pelo Governo de Portugal, que continua a colocar as parcerias, o conhecimento e a transferência de tecnologia e oportunidades económicas firmemente nas mãos de quem está disponível para os receber”.

Acrescentou ser gratificante, especialmente por ser em um países lusófonos, onde se está a observar grandes investimentos nos sectores de recursos naturais e electricidade.

Entre os governantes dos países lusófonos, estão confirmados, para além dos portugueses, o ministro das Obras Públicas de São Tomé e Príncipe, Osvaldo Abreu, o ministro da Indústria, Comércio e Energia de Cabo Verde, Alexandre Dias Monteiro, e o ministro da Energia, Indústria e Recursos Naturais da Guiné-Bissau, António Serifo Embaló.

O Fórum de Energia de África acolhe um grande número de decisores do sector público de todos os cantos do mundo, com cerca de 46 por cento de africanos, sendo que 21 por cento do total dos delegados são líderes políticos e legisladores.

“Angola, Moçambique, Costa do Marfim, Marrocos, Nigéria, Egipto, Gana, Quénia, Uganda, África do Sul e Etiópia irão apresentar os seus mais recentes projectos e oportunidades de investimento neste ambiente fechado de ‘networking’ que ganhou a reputação de não ser só o maior fórum de energia de África, mas o maior fórum de energia do mundo”, disse ainda Simon Gosling.

- Publicidade -
- Publicidade -

Após ser intimado a depor, Boulos diz que sonho de Bolsonaro é ‘transformar PF numa Gestapo’

Guilherme Boulos (PSOL), ao criticar intimação de Polícia Federal para que explique postagens críticas ao presidente, disse que o "sonho" de Bolsonaro é "transformar...
- Publicidade -

Renamo acusa Frelimo de perseguir seus membros e impedir acções políticas no centro de Moçambique

O presidente da Renamo acusa a Frelimo partido no poder de perseguir os seus membros e impedir a realização da actividade política nas províncias...

PCD, partido de convergência democrática em S. Tomé e Príncipe tem novo líder, Danilson Cotu

Danilson Cotu, foi eleito este domingo Presidente do PCD, partido de convergência democrática em S. Tomé e Príncipe. A sua eleição...

MP denuncia Flávio Bolsonaro por corrupção e diz que senador usou R$ 2,7 milhões de ‘rachadinha’

Nesta segunda-feira (28), o Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou o senador Flávio Bolsonaro e seu ex-funcionário, Fabrício Queiroz, por diversos crimes, acusando...

Notícias relacionadas

Após ser intimado a depor, Boulos diz que sonho de Bolsonaro é ‘transformar PF numa Gestapo’

Guilherme Boulos (PSOL), ao criticar intimação de Polícia Federal para que explique postagens críticas ao presidente, disse que o "sonho" de Bolsonaro é "transformar...

Renamo acusa Frelimo de perseguir seus membros e impedir acções políticas no centro de Moçambique

O presidente da Renamo acusa a Frelimo partido no poder de perseguir os seus membros e impedir a realização da actividade política nas províncias...

PCD, partido de convergência democrática em S. Tomé e Príncipe tem novo líder, Danilson Cotu

Danilson Cotu, foi eleito este domingo Presidente do PCD, partido de convergência democrática em S. Tomé e Príncipe. A sua eleição...

MP denuncia Flávio Bolsonaro por corrupção e diz que senador usou R$ 2,7 milhões de ‘rachadinha’

Nesta segunda-feira (28), o Ministério Público do Rio de Janeiro denunciou o senador Flávio Bolsonaro e seu ex-funcionário, Fabrício Queiroz, por diversos crimes, acusando...

Catalunha: Quim Torra promete recorrer aos tribunais europeus

Após ter sido notificado da sentença do Supremo Tribunal, ao princípio da tarde, Quim Torra deu uma conferência de imprensa onde descreve a sua...
- Publicidade -

Deixe um comentário

Por favor insira seu comentário!
Digite seu nome aqui

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.