Portal de Angola
Informação ao minuto

Quezada incapaz de travar Petro

ATLETA DO 1º DE AGOSTO ARMANDO COSTA CONTROLA A BOLA EM MOMENTO DE PRESSÃO ADVERSÁRIA (FOTO: ANGOP)

Angop

Mesmo com 32 pontos convertidos por Emanuel Quezada, o 1º de Agosto foi incapaz de impor-se, no Pavilhão Vitorino Cunha, ao perder esta noite frente ao Petro de Luanda, por 84-89, no primeiro jogo do “play off” da final do Campeonato Nacional de basquetebol sénior masculino, a ser disputado a melhor de sete partidas.

Desde muito cedo que os militares encontravam dificuldades para contrariarem o rival que liderava o marcador por 5-3, logo nos primeiros dois minutos.

Rapidamente os anfitriões conseguiram controlar o opositor, marcando à zona, o que permitiu igualar o marcador para cada 5 pontos, o inconformado (Quezada) com um triplo chegou a colocar a turma do “Rio Seco” em vantagem (8-5), mas os tricolores acabaram vencendo no final, por 23-22.

No recomeço, tudo mostrava um 1º de Agosto mais concentrado com André Harris que saíra do banco e relançou o moral do grupo com a finalização de três lances livres.

Depois daí, registava-se uma onda de perda de bola da parte dos visitantes que cometeram 25 “turnovers” contra 21 dos anfitriões. As duas equipas voltaram a empatar, por 32-32, masos visitantes acabaram vitoriosos ao intervalo, por 45-39.

Na etapa complementar, os pupilos de Lazare Adingono, fruto da eficácia nos lançamentos, chegaram a dilatar a vantagem para 12 pontos (54-42), mas não resistiu a pressão e deixou-se empatar no final do terceiro período, por 64-64.

Na recta final, o equilíbrio continuava a dominar a partida. Com Quezada (melhor cestinha com 32 pontos) tentava desfazer o colectivo adversário, mas foi insuficiente para evitar o desaire (84-89) na estreia desta final.

O segundo duelo volta acontecer na quarta-feira no mesmo recinto (18h).

Sob arbitragem de António Bernardo, coadjuvado por David Manuel e Osvaldo Neto, as equipas alinharam da seguinte forma:

1º de Agosto – Pedro Basto (01), Carlos Cabral (00), Mohamed Malick (00), Edson Ndoniema (09) Armando Costa (04), Tarcio Domingos ( não jogou), Mutau Fonseca (00), Emmanuel Quezada (32), Felizardo Ambrósio (04) Eduardo Mingas (21), Islando Manuel (07) e André Harris (06)

Treinador: Paulo Macedo.

Petro de Luanda – Kendall Gray (05), Olímpio Cipriano (12), Childe Dundão (15), Carlos Morais (09), Joaquim Pedro (03), Erickon Silva (01), Leonel Paulo (26), Aboubakar Gakou (não jogou), Hermenegildo Mbunga (06), Benvindo Quimbamba (04), Gerson Gonçalves (08) e António Deogracio (não jogou).

Treinador: Lazare Adingono.

Também pode gostar

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Vamos supor que você está bem com isso, mas você pode optar por sair, se desejar. Aceitar Leia mais

Translate »